4 Responses to “É este o teu Sporting. Faz bom proveito, palerma.”

  1. Os acontecimentos dramáticos que se viveram na academia do Sporting, onde um bando de meia centena de selvagens, cobardemente encapuzados e armados com ferros, cintos e tochas, invadiu o balneário e espancou jogadores, treinadores e equipa de apoio, sem que alguém interviesse ou mexesse uma palha para os afastar. Horas mais tarde, veio a público que Bruno de Carvalho convocara a equipa para uma reunião no local e sensivelmente à mesma hora, mas não apareceu. Um outro braço direito do presidente do clube que, dizem, é presença assídua nos treinos da academia, também esteve ausente no mesmo dia e hora. Entretanto, nas páginas de Facebook de ultras da Juve Leo, trocavam-se, horas antes, apelos a uma acção correctiva sobre os "meninos mimados" e o treinador que ganha milhões e não ganha nada. E uma pessoa ouve e lê tudo isto, lembra-se das entrevistas, posts e declarações de Bruno de Carvalho, com acusações, sugestões, ameaças, e só pode mesmo concluir o óbvio. E o óbvio é que um clube histórico e merecedor de respeito, como é o Sporting, está a ser desgovernado por um sociopata incendiário, perigoso e sem limites para o que ainda poderá fazer contra o clube que diz amar, mas que acabará por destruir, se o não afastarem urgentemente. O óbvio é que o mundo do futebol está podre e que os dirigentes dos clubes estão a provar do seu próprio veneno, porque patrocinaram e alimentam claques que, sejam elas organizadas ou não, se transformaram em apoio letal, onde grassam o consumo de droga e do álcool como dopings para estimular a agressividade, e onde se sente "em casa" toda a espécie de marginais e criminosos, que actuam na mais completa impunidade e ainda recebem dinheiro por isso, e muitos apoios e aplausos. O óbvio é que o ambiente do futebol, minado pela corrupção (veja-se o actual caso no andebol do Sporting, depois do apito dourado ou do apito final), pela traficância de poderes e influências, pelas luvas e subornos, comissões e pagamentos por baixo da mesa, atingiu um nível tal que basta um clube ter o azar (ou cair na tentação) de eleger um lunático populista sem princípios, para ver desmoronar-se, em escassos meses, um edifício que levou anos a erguer, e um prestígio que muitos deram a vida para conquistar e manter. O que está a acontecer, hoje, no Sporting poderia/poderá acontecer com outros clubes, tal é o ambiente propício que se tem vindo a instalar no mundo do desporto de alta competição. E é por isso que todos os agentes que constituem este mundo, assim que o SCP se decida a "limpar" a casa e a libertar-se do Bruno, deviam tratar de pôr a mão nas consciências e perceberem que há momentos em que a sobrevivência de todos se sobrepõe ao interesse de cada um. Sob pena de perderem por igual. Já nem consigo encontrar palavras para descrever a vergonha que sinto perante o resto da Europa e do mundo. O dia de ontem abafou qualquer orgulho nacional por sermos os campeões europeus ou termos um CR7 ou um Mourinho. Neste momento, descemos ao nível da lama.

    ReplyDelete
    Replies
    1. A. Rodrigues, muito obrigado pela cuidada / valiosa intervenção.

      Delete
  2. Talvez seja bom lembrar que o animal não fez nada sozinho. Ainda há dias eram 90%. Sacudir a água do capote é muito fácil.

    ReplyDelete

Powered by Blogger.