No que ao Sporting respeita: Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.
Ademais: Este é um blogue pessoal no qual se vêem analisados outros temas.

Bruno de Carvalho viu-se ontem reeleito para mais 4 anos à frente do Sporting. Sem surpresa, a vitória e o resultado alcançado - 86,13% para o presidente do Sporting e 9,49% para Pedro M. Rodrigues - reflectem as dinâmicas entre os proponentes ao longo da campanha (últimos 2 meses), e espelham o estado de espírito reinante no clube ao longo dos últimos 5 anos.
Afirmando-se cedo como uma das suas mais notórias inquietações, Bruno de Carvalho e o grupo que o rodeia criaram, nos últimos 4 anos, o contexto para que hoje se vissem reconfirmados à frente do Sporting. Esse contexto resume-se na imagem fabricada de Bruno de Carvalho, e na imagem fabricada dos méritos do Sporting ao longo deste período.
A realidade demonstrar-nos-á, como fez nos últimos 4 anos, que com este presidente e estes decisores o Sporting continuará, em 90% do tempo, a ver-se desportivamente batido pelos seus rivais. A realidade tratará ainda de demonstrar, ao contrário do que ontem Bruno de Carvalho reafirmou, que à semelhança de tantos outros nas últimas 3 décadas, este Sporting continuará a ver-se banalizado por todos aqueles que em Portugal não são os seus adeptos.
O Sporting é, de algum modo, o novo Benfica. Se pensarmos sobre isto (dispenso fazê-lo) teremos de concluir tratar-se de um feito admirável.

"Os sócios mostraram que não querem um Sporting elitista mas um Sporting popular", apropriada, então, a reeleição do betinho da Aragão Pinto para uma nova lipoaspiração e milhares de aventuras nas mais proeminentes páginas da socialite portuguesa. O status privilegiado e elitista do presidente do Sporting viu-se, ontem, salvaguardado por parte do povo português que simpatiza e paga quotas no clube. Muitos séculos depois é isto que faz de Portugal um país tão especial ... para pessoas como Bruno de Carvalho e demagogozinhos da sua espécie.

"Hoje foi uma grande vitória do maior clube de Portugal e do mundo: o Sporting Clube de Portugal. Tivemos de escavar o nosso caminho mas agora vai iniciar-se um novo ciclo e o que queremos é escrever as paredes de glória. Vou superar-me, fazer cada vez mais, quero chorar ao vosso lado de alegria. Quero dizer ‘viva o Sporting campeão’. É esse o meu objetivo para os próximos quatro anos. Obrigado pai, obrigado Catarina, amo-te Joana. Obrigado por tudo. Agora a responsabilidade está no topo. Temos de escrever páginas e páginas de glória. Vou citar o meu tio-avô, Pinheiro de Azevedo, que foi primeiro-ministro de Portugal. Bardamerda para todos os que não são do Sporting.
Os rivais que hoje acordem, que hoje estremeçam, que o Sporting está aqui para ficar, está aqui para liderar" 

Estamos certos que os rivais não dormem a pensar no perigo que o Sporting constitui, e a primeira coisa que fazem quando acordam é estremecer.

Resultados completos:

Conselho Directivo
Lista A: 8262 votos – 9,49%
Lista B: 74982 - 86,13%

Conselho Fiscal
Lista A: 9173 – 10,55%
Lista B: 78894 – 82,72%

Mesa da Assembleia Geral
Lista A: 8923 – 10,2%
Lista B: 71771 – 82,50%

Temos de escrever glória, vem aí um novo ciclo. Agora é que é, juro.

Posted on

Sunday, 5 March 2017

1 Comment
  1. Não o internem que não é preciso. Mas pior, o Sporting está doente. Só discordo na relação unicamente com Portugal. Não são só os sportinguistas e os portugueses que estão doentes. Como se confirma aliás todos os dias, é o Mundo todo que está doente. E muito!

    SL

    ReplyDelete

Search This Blog