“A substância fundamental do progresso desportivo do Sporting é um fogo clubista que incessantemente se acende. É o suporte de vida do espírito leonino; é uma matéria viva ...”


No que ao Sporting respeita: Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.
Ademais: Este é um blogue pessoal no qual se vêem analisados outros temas, bem como um depósito para comentários sobre diversos tópicos que vou deixando um pouco por toda a parte.
Para deixar um comentário: Clica no título do respectivo 'post' (à direita do texto). Alternativamente, usa a tua conta do FB. Regras superficiais de utilização: Emprega bom-senso.

Tão longe mas tão perto. Os postes não estão alinhados.
É este o melhor ângulo. Vê-se a baliza, o guarda-redes, a área, quem está perto e quem está longe, ou quem simplesmente não está. Vê-se tudo: as opções são ilimitadas. Só pode dar golo, Afonso Martins.
Peter Schmeichel antes de tirar a fotografia subiu às copas. Está lá em cima, e levou com ele a trave, porque o gigante dinamarquês faz o que quer e o que lhe apetece -- e fá-lo bem. Atrás está Oceano e ao fundo, escondido mas pouco distante, desperto, Chiquinho Conde. Foi daqui que Amunike rematou, aos 01:10. Um golo à Pedro Barbosa, mas do Nigeriano.
E cá temos a coreografia, a famosa coreografia.
Famosa, mesmo.

E cá temos a coreografia, a famosa coreografia.

Posted on

Thursday, 12 January 2017

1 Comment

Search This Blog