No que ao Sporting respeita: Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.
Ademais: Este é um blogue pessoal no qual se vêem analisados outros temas.

"Marco nunca entendeu a comunicação do Sporting. Está tudo centrado aí", começou por explicar, em tribunal (...) no seguimento de declarações polémicas na flash interview do triunfo do Sporting frente ao Nacional, a 21 de Dezembro. "Marcou-se uma reunião de urgência com a equipa técnica na SAD. Fui buscar o Marco ao elevador e disse para ele explicar que havia um problema de comunicação. Na reunião, eu falei sobre isso mesmo e o Marco nunca quis falar de nada do problema de comunicação", atirou. Augusto Inácio garantiu que José Eduardo tentou conversar com Marco Silva antes das acusações que culminaram neste processo, mas foi o treinador quem 'roeu a corda'. "Pediu-me uma reunião e o Marco disse que não havia problema. Estava combinado, mas no dia anterior, à noite, o Marco ligou a dizer que já não ia por entender que não tinha de ir", revelou. Além disso, Inácio ainda recordou o estágio de pré-época dos leões nessa temporada, no qual Bruno de Carvalho decidiu incluir seis jovens jogadores. "Na pré-época, a comitiva incluiu jovens, os que vinham de trás e alguns outros. Não estavam incluídos no projeto de Marco Silva e o presidente incluiu esses seis. Percebeu que o projeto não estava a ser seguido".

Notícia no 'Record', aqui.

Augusto Inácio deixa (sem querer) perceber os motivos (entre outros) pelos quais não faz sentido falarmos em 'estrutura'. No Sporting não existe estrutura. Só existe a vontade de um indivíduo. (Substitua vontade por caprichos, se desejar.)
.........................
(Julho de 2016) Exibição pouco conseguida em Barcelos na prova europeia terá irritado presidente. Uma semana depois de ter perdido a meia-final da Taça CERS com o Vilanova, o Sporting foi a Vale de Cambra disputar um jogo do campeonato sem Luís Viana, Cacau, Tiago Losna e capitão Ricardo Figueira. A exibição pouco conseguida em Barcelos na prova europeia terá irritado Bruno de Carvalho que não gostou da alegada falta de empenho daqueles jogadores, exigindo assim o seu afastamento da equipa.
Nunca mais voltaram a vestir a camisola do Sporting e passaram a treinar-se à parte dos restantes companheiros.
..........................
Coloque-se no lugar de treinadores, atletas e responsáveis técnicos (neste caso) do hóquei leonino. Imagine Marco Silva ter de se ver incomodado por Inácios, chamado para reuniões de emergência relacionadas com 'comunicação' e 'José Eduardos', reuniões nas quais 'tem de explicar' coisas sem qualquer importância como declarações banais em flash-interviews. Tente imaginar um treinador de um clube grande ver-se sujeito a pressões e interferências na sua área técnica, como são neste caso convocatórias para estágios. Tente imaginar as dinâmicas internas de funcionamento do clube e percebamos que daqui só pode resultar um clima doentio para treinadores e jogadores do Sporting.
E percebamos que funcionando desta forma, independentemente dos treinadores ou dos jogadores que recrute, independentemente de orçamentos - em 2016/17 o maior na história do clube (modalidades) e da SAD (futebol) - o Sporting conhecerá sempre obstáculos internos ao seu próprio sucesso.

E para mais logo, num jogo tremendamente importante e que será muito difícil, em certo sentido mais difícil do que a visita à Luz já que o Vitória é uma equipa melhor preparada do que o Benfica, é fundamentalmente isto:

Tente imaginar as dinâmicas internas de funcionamento do clube

Posted on

Wednesday, 14 December 2016

Leave a Reply

Search This Blog