No que ao Sporting respeita: Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.
O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.
Ademais: Este é um blogue pessoal no qual se vêem analisados outros temas.

Em Dezembro de 2014 (frente a Os Belenenenses), o Sporting alinhava com:
Rui Patrício
Cédric Soares
Maurício
Marcos Rojo
Jefferson
William Carvalho
André Martins
Adrien Silva
Fredy Montero
Diego Capel
André Carrillo
No banco sentavam-se Eric Dier, Fito Rinaudo, o bom Vítor Silva, Wilson Eduardo, Carlos Mané e Islam Slimani.

Dezembro de 2015 (empate com Moreirense em Alvalade):
Rui Patrício
Miguel Lopes
Maurício
Paulo Oliveira
Jonathan Silva
William Carvalho
Adrien Silva
André Carrillo
Islam Slimani
Fredy Montero
Carlos Mané
No banco sentavam-se André Martins e João Mário.

Dezembro de 2016 (vitória por 3-1 também frente ao Moreirense em Alvalade):
Rui Patrício
Ricardo Esgaio
Ewerton
Naldo
Jonathan Silva
Alberto Aquilani
Adrien Silva
Gelson Martins
Islam Slimani
Teófilo Gutiérrez
Bryan Ruiz
No banco tínhamos Paulo Oliveira, João Pereira, William Carvalho, João Mário e Fredy Montero.

Ontem frente ao Légia jogámos com:
Rui Patrício
Sebastián Coates
Paulo Oliveira
Rúben Semedo
Marvin Zeegelaar
Bruno César
William Carvalho
Adrien Silva
Lazar Marković
Gelson Martins
Bas Dost
No banco sentaram-se Beto, Ricardo Esgaio, Douglas, Bryan Ruiz, Elias, André e Matheus Pereira.

Num intervalo de 3 anos, entre mais de 60 entradas e saídas, o que ganhou a equipa do Sporting além de Ruiz, Marković e Bruno César?

Rigorosamente nada.

Tal como afirma o «post» anterior, o Sporting ontem possivelmente cometeu erros. Fez jogos muito bons frente a duas das mais fortes equipas na Europa e se é verdade que somente a infelicidade [e a falta de (mais) qualidade no 11] o impediram de terminar a fase de grupos à frente de Real ou de Dortmund, o jogo de ontem e só esse foi responsável pelo não apuramento para os play-off da Liga Europa. Posto isso, não faço a mais pequena ideia se o esquema com que iniciou o jogo foi desacertado ou acertado. É garantido que existiram erros caso contrário não teriam existido tantas mudanças ao longo da partida. Ainda assim, na 2ª parte o Sporting criou ocasiões suficientes de golo não para empatar mas para vencer, o que por sua vez lhe permitiria não só ficar em prova (LE) como apresentar-se no estádio da Luz mais moralizado do que o Benfica. O Sporting ontem não venceu o Légia porque não tem um nº suficiente de jogadores de categoria no 11, grupo no qual até incluo um jogador como Bas Dost. Não me importaria de elogiar ou de ver o Holandês com bons olhos caso tivesse custado 4 ou 5 milhões de euros, dada a irrecusável / fenomenal transferência de Slimani e o momento em que ocorreu: 4ª jornada, com o campeonato em perfeito andamento à boa maneira de clubes amadores. A partir do momento em que o concurso de Bas Dost custou qualquer coisa entre 10 e 12 milhões de euros, é garantido que nunca o verei como uma boa contratação. Não tem qualidade que justificasse esse investimento (opinião pessoal).

Num intervalo de 3 anos, o que ganhou a equipa do Sporting além de Ruiz, Marković e Bruno César? Marković que nem é jogador do Sporting e está ainda à procura do seu melhor jogo.

Esta incapacidade de tomar decisões no reforço da equipa e na gestão do plantel não se relaciona primeiramente com o treinador do Sporting. É a mesma incapacidade que se fez presente nos períodos de Jesualdo Ferreira, Leonardo Jardim e Marco Silva. O Sporting somou na última temporada 86 pontos e entrará daqui por uns dias no estádio da Luz em condições de discutir o 1º lugar porque tem um dos melhores treinadores do mundo. É em boa verdade a única coisa que tem, juntamente ao muito valioso William Carvalho e os importantes Ruiz, G. Martins, Adrien e R. Patrício.

Só em matéria de jogadores não chega.

Comparações entre 11s: J. Jesus, Marco Silva e Leonardo Jardim

Posted on

Thursday, 8 December 2016

2 Comments
  1. Tal como é hábito nas CI de J. Jesus, um discurso lúcido e cheio de conteúdo. Belíssimo:

    http://www.record.xl.pt/multimedia/videos/detalhe/jesus-o-nosso-adversario-tambem-nao-ganhou.html

    "O problema nº 1 que o Sporting pode ter é falta de tempo para preparar o jogo. Vamos estar 2 dias sem treinar e não treinando, só recuperando, tu consegues preparar melhor uma equipa quando ganhas. É mais fácil.
    ...
    O Sporting tem de estabilizar, tem como é óbvio de começar a ganhar títulos em Portugal para depois ter capacidade de afirmação na Europa. Não podes começar ao contrário apesar de eu sentir que esta equipa do Sporting tinha valor para fazer uma Liga Europa muito boa."

    ReplyDelete
  2. Como é possível ainda o defenderes?! Depois de ontem se o Sporting no domingo não ganhar JJ tem de demitir-se. Vergonha!!

    ReplyDelete

Search This Blog