Palmarés

Internacional, equipas

Goalball (D. Adaptado)

1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Hóquei em Patins
:
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
3 Taças dos Vencedores das Taças
2 Taças CERS
Futebol:
1 Taça dos Vencedores das Taças
Atletismo:
Pista feminino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Cross masculino
14 Taças dos Clubes Campeões Europeus
Pista masculino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Andebol:
2 Taças EHF Challenge

Nacional, equipas

Futebol:
22 Campeonatos Nacionais
16 Taças de Portugal
8 Supertaças Cândido de Oliveira
Andebol
:
18 Campeonatos Nacionais
15 Taças de Portugal
3 Supertaças
Hóquei em Patins:
7 Campeonatos Nacionais
4 Taças de Portugal
2 Supertaças António Livramento
Atletismo:
Pista feminino
46 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta feminino
22 Campeonatos Nacionais
Cross feminino

5 Campeonatos Nacionais
Pista masculino

48 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta masculino
17 Campeonatos Nacionais
Cross masculino
46 Campeonatos Nacionais
Futsal:
13 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
6 Supertaças
2 Taças da Liga
Natação
:
6 Campeonatos Nacionais feminina
6 Campeonatos Nacionais masculina
2 Taças de Portugal masculina
Basquetebol:
8 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
Voleibol:
2 Taças de Portugal feminino
1 Supertaça feminino
5 Campeonatos Nacionais masculino
3 Taças de Portugal masculino
3 Supertaças masculino

 

 
Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.

O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.

A confissão de José Eduardo que quase ninguém precisava

Tuesday, 13 December 2016

José Eduardo confirma o que já sabíamos sobre o cariz e a origem da entrevista concedida em Dezembro de 2014 que teve como alvo o então treinador do Sporting, uma que visou poluir a opinião pública motivando os sportinguistas nessa altura a interpretar como justificável o despedimento de Marco Silva. Em condições normais o então treinador não estava destinado a cumprir a segunda metade de 2014/15 - isso foi / é claro. Valeram ao Sporting nesse mesmo período as reacções e alguma lucidez de adeptos que 'obrigaram' os dirigentes do Sporting (presidente do Sporting) a recuar nas suas intenções, sob pena de ver o processo danificar a sua imagem - aquilo que fundamentalmente preocupa B. de Carvalho.
Escusado (ou não) será relembrar os danos objectivos que a artimanha provocou na relação de Marco Silva com o clube, no seu trabalho, e no dia-a-dia da equipa do Sporting, treinador e equipa que ainda assim deram boa conta de si na principal prova doméstica e venceram no Jamor a Taça de Portugal.
No mais a 'confissão' de José Eduardo só acentua o carácter do estado-novismo ou da brunocracia que se instalou em Alvalade, na qual sobressaem as armadilhas plantadas a treinadores, atletas e equipas do clube em diversas modalidades e a natureza velhaca, desonesta, hipócrita e perversa do círculo e do indivíduo que no seu centro hoje dirige(m) o Sporting.

Na altura, falei com o Marco e ele estava perplexo. Liguei-lhe para o apoiar.
Não revejo o Marco em nada do que foi dito. Não gostei das declarações e, se fosse comigo, não teria gostado. Foram ataques ao carácter do Marco.
As declarações chocaram-me -- Fernando Santos

3 comentários:

Marcosilvense desde pequenino said...

José Eduardo pelos vistos agora já é credível.
Bom drama, Manuel HB, especialmente "as armadilhas" que Bruno de Carvalho "plantou" a alguém que por acaso também foi despedido do Olympiakos por esse sim minar os clubes onde passa.

Os guionistas da Law & Order estão orgulhosos de ti.

Quando no fim da época festejarmos o título espero que tenhas a decência de ficar calado. Porque esse título não será de "sportinguistas" híbridos e gente da tua espécie.

Bruneko desde canino e sportinguista desde 2013 said...

"O Marco Silva goza de um estatuto de grande seriedade, o qual é reconhecido pelos restantes treinadores de futebol. Sinceramente, não me recordo de uma situação semelhante a esta, com afirmações tão pejorativas. Foi uma situação discutida entre treinadores, inclusive em alguns fóruns. Não conheço nenhum colega que não reconhecesse um grande caráter ao Marco Silva e não o considerasse um homem exemplar".

Fernando Santos ao tribunal.

Anonymous said...

Este tipo sempre foi nojento e como tem que comer acha que vale tudo. Com um enorme prejuízo para o SCP. Com um CFD isento há muito que tinha sido expulso de sócio e impedido de frequentar as instalações do clube. Com a obrigatoriedade de revogar qualquer ligação comercial. E este derradeiro atirar areia para os olhos sobre a saída do Olimpiakos mais uma vez não faz qualquer sentido. Com a direcção do clube grego a fazer de tudo para manter Marco Silva. Como foi sobejamente noticiado.

Post a Comment