Palmarés

Internacional, equipas

Goalball (D. Adaptado)

1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Hóquei em Patins
:
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
3 Taças dos Vencedores das Taças
2 Taças CERS
Futebol:
1 Taça dos Vencedores das Taças
Atletismo:
Pista feminino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Cross masculino
14 Taças dos Clubes Campeões Europeus
Pista masculino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Andebol:
2 Taças EHF Challenge

Nacional, equipas

Futebol:
22 Campeonatos Nacionais
16 Taças de Portugal
8 Supertaças Cândido de Oliveira
Andebol
:
18 Campeonatos Nacionais
15 Taças de Portugal
3 Supertaças
Hóquei em Patins:
7 Campeonatos Nacionais
4 Taças de Portugal
2 Supertaças António Livramento
Atletismo:
Pista feminino
46 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta feminino
22 Campeonatos Nacionais
Cross feminino

5 Campeonatos Nacionais
Pista masculino

48 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta masculino
17 Campeonatos Nacionais
Cross masculino
46 Campeonatos Nacionais
Futsal:
13 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
6 Supertaças
2 Taças da Liga
Natação
:
6 Campeonatos Nacionais feminina
6 Campeonatos Nacionais masculina
2 Taças de Portugal masculina
Basquetebol:
8 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
Voleibol:
2 Taças de Portugal feminino
1 Supertaça feminino
5 Campeonatos Nacionais masculino
3 Taças de Portugal masculino
3 Supertaças masculino

 

 
Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.

O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.

Em 1981 fez-se história para o futebol português

Friday, 14 October 2016

O favoritismo diz-me pouco (...) conheço bem o adversário. Nós somos o Sporting, jogamos em casa e não tememos ninguém -- Malcolm Allison
(reportando-se a 1981/82)
E Kevin Keegan? «Eles (jogadores do Sporting) estavam preocupados com Kevin Keegan, fora 'futebolista Europeu do ano' na época anterior. Disse-lhes que não se preocupassem, nothing to worry lads, no problem, he won't bother you. Tinha jogadores formidáveis, um em particular, an inside-forward, an old fashioned inside-forward e disse-lhe (António Oliveira): vais jogar a defesa-direito; o ala esquerdo joga muito recuado e disse ao Oliveira vais jogar a defesa-direito na 1ª parte, e o Meszaros que era um grande guarda-redes vai sair a jogar pelo teu lado. Ele disse que não, não gosto, não quero, e eu disse-lhe mas vais fazer por isso habitua-te. Fomos para o jogo e nos primeiros minutos correu o campo, passou por 2 e deu a bola ao Jordão, pugh, 1-0, 2 minutos, he came down at me laughing mister, mister, deixei-o lá mais 10 minutos e depois disse-lhe okay podes ir à frente.

Eles (Southampton) não sabiam o que fazer, things we did that tormented them. Não estavam preparados».

Foi a 21 de Outubro de 1981 e o Sporting de Malcolm Allison, Manuel Fernandes, Jordão e António Oliveira goleou o Southampton no Dell por 2-4.
Foi a primeiríssima vitória de uma equipa portuguesa em Inglaterra.

0 comentários:

Post a Comment