Para a semana chegarão Carriço, Rinaudo, Schaars, André Martins, Jeffrén e Postiga. Para a outra vêm Domingos, Sá Pinto, Dominguez, Pedrosa e Dani. E ainda para a outra virão Paulo Pereira Cristóvão, o senhor do Automóvel Clube de Portugal e a senhora muito bonita (miau) que a dada altura tratou das conferências de imprensa ou da comunicação, não recordo. É possível que em Setembro o fundador do Sporting e auto-proclamado máximo representante tanto do sportinguismo como do anti-sportinguismo praticado por sportinguistas que internanemente pretendem destruir ou minar o sportinguismo, Bruno de Carvalho, permita a reentrada nos cadernos associativos de sportinguistas há uns tempos acusados de traição e excomungados da seita. Do clube, perdão.


O Sporting efectivou o regresso de João Pereira e já quis o regresso de Wolfswinkel. Agora, chega Elias.

Posted on

Wednesday, 31 August 2016

4 Comments
  1. Admita-se que soa bem:

    Carriço, Rinaudo, Schaars, André Martins, o muito capacitado Jéffren caso tivesse saúde para jogar futebol e claro, o quase-fabuloso Hélder Postiga.
    Falando no português, preciso de encontrar o vídeo dum golo do outro mundo que ele fez não recordo a quem no Dragão num jogo para a Liga dos Campeões. Foi uma coisa soberba.

    Agora a sério (o que está acima é só 30% a sério):
    Podendo estar redondamente enganado, julgo que Elias viria ou virá equilibrar a saída de João Mário, e não a de Adrien. Ainda que estivessem ambos no Sporting (JM e AS), a equipa já precisaria de soluções diferentes, em certo sentido para melhor, relativamente ao agora jogador do Inter e em breve (ou não) jogador do Leicester. Saindo ambos, o Sporting ainda precisaria dessas mesmas soluções diferentes mas agora também precisaria de soluções parecidas a JM e AS. Tenho noção que o mercado está a fechar mas não tenho culpa que Bruno de Carvalho deixe tudo para a última hora.

    Quanto a Elias, hmm. 5 anos depois? Será esta uma boa solução? Não sei mas espero que se revele nesse sentido.

    ReplyDelete
  2. Pelo menos o Sporting anda activo. Em mercados sombrios e paralelos, já que se excluiu por brilhante iniciativa do seu presidente dos mercados mais atraentes, mas anda activo. Não faço ideia do que fazia Elias, mas o Elias que chegou ao Sporting em salvo erro Setembro, com a época já em andamento, era um bom jogador. Por algum motivo eclipsou-se e perdeu a vontade jogar, perdeu sequer a vontade de existir no Sporting, mas em si mesmo, e à superfície, em teoria era (é, será, não faço ideia) um bom jogador.

    Não tem a capacidade de João Mário mas o Elias de há 5 anos é superior ao Adrien de hoje, quando o Adrien já é um jogador maravilhoso que merece tudo mas tudo de bom. E merece ser campeão Europeu, e é campeão Europeu, ao contrário do seu seleccionador que não é campeão Europeu e está ainda em França, de terço na mão, a descortinar as formas de ganhar a Hungria, Áustria, Islândia e Polónia. Sim porque empatar não é ganhar. E vencer nos penalties também não é método, somente acaso.

    ReplyDelete
  3. Os meus Rinaudo e Jorge Jesus:

    http://autenticosporting.blogspot.fi/2012/12/mucho-auto-critico-respeitamos-muito-o.html

    O brutal argentino poder azul-celeste de Fábian, combinado com o génio cientifico de Jorge. Se calhar é por isso que vem Elias. Eu em 2012 sabia ser possível trazer Jorge Jesus para o Sporting. Mas se calhar era Jorge Jesus que nessa altura já andava de olho no Sporting, e é por isso que quis, diz-se, Wolfswinkel (ainda bem que não veio, Jorge, desculpa contrariar-te) e agora quer, diz-se, Elias (espero que estejas certo, Jorge).

    Eu sei, tenho a absoluta certeza que Jorge Jesus é ultra-sportinguista e sofre com o Sporting. Já sofria muito enquanto o atropelava no relvado ao serviço do SLB. Tenho muita pena Jorge que não tenhas hoje à tua disposição todo o talento que naquela altura pulava pelo Sporting. Foi por isso que após um jogo na Luz onde Jesualdo te ofereceu muito boa luta, foste cumprimentar os jogadores do Sporting. Vias possivelmente qualidade em Bruma e vias de certeza absoluta qualidade em Patrício, Dier, Ilori, Rinaudo e o mustang (Bölöni dixit) André Carrillo. Conhecias o potencial da equipa e pensaste: foda-se isto comigo era para ser campeão em Março! E pensaste bem.

    ReplyDelete
  4. E ele não sabia, ou sabia, sei lá se ele sabia, mas eu definitivamente não sabia, nem tenho obrigação de saber, que apareceriam William e João Mário. Pronto, é imaginar aquele que poderia ser hoje um 16 (11 mais 5) do Sporting com todos esses jogadores à sua (Jorge Jesus) disposição. Mas não, é muito, responderam a Ilori, és doido, nem tens 30 jogos feitos pelo Sporting, preferiremos deixar-te ir e ver o que dão os 15 jogadores que experimentaremos para a tua posição. Mesma coisa para Carrillo.

    ReplyDelete

Search This Blog