Palmarés

Internacional, equipas

Goalball (D. Adaptado)

1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Hóquei em Patins
:
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
3 Taças dos Vencedores das Taças
2 Taças CERS
Futebol:
1 Taça dos Vencedores das Taças
Atletismo:
Pista feminino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Cross masculino
14 Taças dos Clubes Campeões Europeus
Pista masculino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Andebol:
2 Taças EHF Challenge

Nacional, equipas

Futebol:
22 Campeonatos Nacionais
16 Taças de Portugal
8 Supertaças Cândido de Oliveira
Andebol
:
18 Campeonatos Nacionais
15 Taças de Portugal
3 Supertaças
Hóquei em Patins:
7 Campeonatos Nacionais
4 Taças de Portugal
2 Supertaças António Livramento
Atletismo:
Pista feminino
46 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta feminino
22 Campeonatos Nacionais
Cross feminino

5 Campeonatos Nacionais
Pista masculino

48 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta masculino
17 Campeonatos Nacionais
Cross masculino
46 Campeonatos Nacionais
Futsal:
13 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
6 Supertaças
2 Taças da Liga
Natação
:
6 Campeonatos Nacionais feminina
6 Campeonatos Nacionais masculina
2 Taças de Portugal masculina
Basquetebol:
8 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
Voleibol:
2 Taças de Portugal feminino
1 Supertaça feminino
5 Campeonatos Nacionais masculino
3 Taças de Portugal masculino
3 Supertaças masculino

 

 
Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.

O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.

Um Rei que vai ser enterrado no seu dia, dia de Reis

Sunday, 5 January 2014



Hoje é dia de todos falarem de Eusébio.
Muitos nem saberão quem foi nem o que representou e representa.
Vou deixar aqui dois "posts" nossos, como homenagem:

Uma lenda, simplesmente Eusébio (Julho de 2012)
Sporting CP e Eusébio da Silva Ferreira (Novembro de 2011)

1 comentários:

Manuel Humberto said...

Viva Pedro,

Só há pouco soube da notícia. É uma perda triste em sentido diminuto para o futebol e numa escala maior para a cultura do país, em associação ao alcance que o jogo tinha na altura em que Eusébio jogava à bola, e os feitos internacionais que protagonizou ao serviço do Benfica e da selecção Portuguesa. Muita gente no estrangeiro conhecia e conheceu Portugal por causa de Eusébio. Só por causa de Eusébio.

É curioso que futebolísticamente Eusébio vê-se equiparado / ultrapassado (como diz um desses posts) em fama por outros jogadores Portugueses (Figo ou Ronaldo), não porque fosse melhor ou pior mas simplesmente porque no seu tempo o mundo não era tão mediatizado como é hoje, mas é o único futebolista que até hoje teve / tem para Portugal uma importância que vai muito além do futebol, algo que não me darei o trabalho de justificar porque não me apetece. Ao passo que Figo e Ronaldo existem no mundo do futebol, a importância de Eusébio assumia outras dimensões. Nessa medida, único (e quem sabe irrepetível).

Por último, ainda sobre Eusébio, escrito por ti em 2008:

Bolas para as coincidências. Dos três o meu preferido é Eusébio, não misturo clubes com pessoas ... teria muito mais prazer em beber umas imperiais e comer uns tremoços com Eusébio, que discutir brincos de diamantes e implantes de silicone com Cristiano Ronaldo ou em (ou em?) discutir investimentos de futuro com Figo.

Um abraço.

Post a Comment