Palmarés

Internacional, equipas

Goalball (D. Adaptado)

1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Hóquei em Patins
:
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
3 Taças dos Vencedores das Taças
2 Taças CERS
Futebol:
1 Taça dos Vencedores das Taças
Atletismo:
Pista feminino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Cross masculino
14 Taças dos Clubes Campeões Europeus
Pista masculino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Andebol:
2 Taças EHF Challenge

Nacional, equipas

Futebol:
22 Campeonatos Nacionais
16 Taças de Portugal
8 Supertaças Cândido de Oliveira
Andebol
:
18 Campeonatos Nacionais
15 Taças de Portugal
3 Supertaças
Hóquei em Patins:
7 Campeonatos Nacionais
4 Taças de Portugal
2 Supertaças António Livramento
Atletismo:
Pista feminino
46 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta feminino
22 Campeonatos Nacionais
Cross feminino

5 Campeonatos Nacionais
Pista masculino

48 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta masculino
17 Campeonatos Nacionais
Cross masculino
46 Campeonatos Nacionais
Futsal:
13 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
6 Supertaças
2 Taças da Liga
Natação
:
6 Campeonatos Nacionais feminina
6 Campeonatos Nacionais masculina
2 Taças de Portugal masculina
Basquetebol:
8 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
Voleibol:
2 Taças de Portugal feminino
1 Supertaça feminino
5 Campeonatos Nacionais masculino
3 Taças de Portugal masculino
3 Supertaças masculino

 

 
Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.

O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.

Duas vezes San Sebástian e quatro motivos para que perceba a Real Sociedad como um clube amigo.

Saturday, 27 July 2013

Em 1988/89 foi assim.
Com uma vitória em Lisboa por 1-2 e um empate a 0 no País Basco, o Galês John Toshack ao comando da Real Sociedad reencontrava-se com o Sporting eliminando o clube de onde se vira despedido em 1984/85. Não obstante um início fulgurante que viu o Sporting, de forma brilhante, afastar da prova o Ajax de Amsterdão com uma dupla vitória e agregado de 6-3 no conjunto das duas mãos, a participação na edição de 1988/89 da taça UEFA chegava ao fim nos 16-avos de final. Algumas épocas mais tarde, 2 dos jogadores que faziam parte desse plantel (1988/89), Oceano e Carlos Xavier, ingressariam no clube Basco onde permaneceriam até 1994, altura em que o Professor Carlos Queirós os chamaria de regresso ao Sporting.

Oceano, Carlos Xavier, Ricardo Sá Pinto e John Toshack são muito justamente os motivos para que sinta a Real Sociedad como um clube amigo.

Os 2 emblemas já se haviam defrontado 6 anos antes, na época 1882/83, no importante palco dos quartos-de-final da taça dos campeões Europeus, onde o sucesso infelizmente sorriria aos Bascos.
O Sporting venceu em Lisboa por 1-0 mas não conseguiu evitar uma derrota em San Sebástian por 2 golos. O golo do Sporting na 1ª mão teve a assinatura de Manuel Fernandes.

Desconhecendo se os 2 clubes se defrontaram no passado em jogos particulares, as eliminatórias descritas perfazem a totalidade de encontros entre Sporting e Real Sociedad para as competições da UEFA.

Para o duelo de mais logo, jogo que servirá de apresentação aos sócios e adeptos em 2013, apesar da redefinição do plantel do Sporting ter deixado bastante a desejar, sobressaindo para a nova época o panorama de um 11 individualmente mais fraco pelas presumíveis saídas de Tiago Ilori, Rui Patrício e Bruma, aliadas à chegada de 3 ou 4 nomes cujo concurso é no mínimo discutível, a perspectiva de vermos o Sporting novamente em campo é suficiente para que encaremos o jogo com franco optimismo.

Ao fim de muitas semanas o Sporting estará literalmente de regresso e estas, por si só, são excelentes notícias.

0 comentários:

Post a Comment