Palmarés

Internacional, equipas

Goalball (D. Adaptado)

1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Hóquei em Patins
:
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
3 Taças dos Vencedores das Taças
2 Taças CERS
Futebol:
1 Taça dos Vencedores das Taças
Atletismo:
Pista feminino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Cross masculino
14 Taças dos Clubes Campeões Europeus
Pista masculino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Andebol:
2 Taças EHF Challenge

Nacional, equipas

Futebol:
22 Campeonatos Nacionais
16 Taças de Portugal
8 Supertaças Cândido de Oliveira
Andebol
:
18 Campeonatos Nacionais
15 Taças de Portugal
3 Supertaças
Hóquei em Patins:
7 Campeonatos Nacionais
4 Taças de Portugal
2 Supertaças António Livramento
Atletismo:
Pista feminino
46 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta feminino
22 Campeonatos Nacionais
Cross feminino

5 Campeonatos Nacionais
Pista masculino

48 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta masculino
17 Campeonatos Nacionais
Cross masculino
46 Campeonatos Nacionais
Futsal:
13 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
6 Supertaças
2 Taças da Liga
Natação
:
6 Campeonatos Nacionais feminina
6 Campeonatos Nacionais masculina
2 Taças de Portugal masculina
Basquetebol:
8 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
Voleibol:
2 Taças de Portugal feminino
1 Supertaça feminino
5 Campeonatos Nacionais masculino
3 Taças de Portugal masculino
3 Supertaças masculino

 

 
Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.

O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.

1951/52, chuva em Novembro, glória em Março

Thursday, 25 July 2013

18 de Novembro de 1951, Benfica (na condição caseira) e Sporting (como visitante) encontram-se no Estádio Nacional para o derby da 1ª volta do campeonato. A fotografia que exibe o alinhamento das equipas é de Amadeu Ferrari, pai do célebre foto-jornalista do «A Bola» Nuno Ferrari que como alguns sabem faleceu quando estava em serviço no Estádio da Luz, em 1996. A foto do pai não sofreu qualquer efeito ou modificações: o 'espelho' é natural e exibe, como lê a legenda, o lago que a chuva fez surgir inesperadamente.

«Mundo de Aventuras» poderia servir de título para uma época, como tantas outras naquele tempo, disputada ao milímetro. Se neste derby o Benfica levaria a melhor derrotando o Sporting por 3-2 [Sporting que ao intervalo vencia por 0-2], uma recta final fortíssima permitiria ao clube de José Alvalade chegar ao fim em 1º, sagrando-se bicampeão Nacional. Nas últimas 8 jornadas o Sporting somou nada menos do que 16 pontos correspondentes a 8 vitórias sobre FC Porto (3º classificado), Atlético CP, Benfica (1º classificado), SC Covilhã, Oriental, SC Braga e Salgueiros, sobrando para a última jornada uma duríssima deslocação ao Barreiro onde o Sporting venceria de forma muito sofrida por 1-2. Já para o Benfica as 21ª, 22ª e 23ª rondas revelar-se-iam fatais, averbando entre 24 de Fevereiro e 16 de Março, de forma consecutiva, derrotas com CF os Belenenses (4º classificado), Sporting, e um empate com Estoril que significariam 5 pontos perdidos e a ultrapassagem do rival na tabela classificativa. No fim da tripla-jornada negra, faltando outras 3 jornadas para terminar o campeonato, o Sporting encontrava-se na frente com 1 ponto de avanço. O treinador era o Inglês Randolph Galloway e embora os jogadores do Sporting ainda não o soubessem, aquele seria apenas o 2º título de uma pioneira série de 4.

1951/52


Benfica 3 - 2 Sporting,
18 Novembro 1951
[Jesus Correia (10'), Albuquerque (36'), José Águas (52', 63'), Rogério Pipi (69')]



Sporting 3 - 2 Benfica,
2 de Março 1952
[Vasques (9'), Jesus Correia (11'), João Martins (26'), Rogério Pipi (36', 37')]

1 comentários:

Hyman said...

Gorgeous!

Post a Comment