“A substância fundamental do progresso desportivo do Sporting é um fogo clubista que incessantemente se acende. É o suporte de vida do espírito leonino; é uma matéria viva ...”


No que ao Sporting respeita: Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.
Ademais: Este é um blogue pessoal no qual se vêem analisados outros temas, bem como um depósito para comentários sobre diversos tópicos que vou deixando um pouco por toda a parte.
Para deixar um comentário: Clica no título do respectivo 'post' (à direita do texto). Alternativamente, usa a tua conta do FB. Regras superficiais de utilização: Emprega bom-senso.

À mercê dos jogos disputados em 2011/12 frente ao campeão inglês Manchester City: 1 vitória e 1 derrota, e olhada a dupla derrota do SLB também em 2011/12 frente ao Chelsea FC, faz sentido actualizarmos o histórico de Março do ano passado. Nele, poderá verificar que o Sporting permanece o único entre portugueses a exibir um saldo neutro / favorável frente a equipas inglesas, e que ao contrário do sugerido pelo treinador do SLB há uns dias, o Benfica terá de percorrer uma distância muito grande para se aproximar do estatuto que o Sporting Clube de Portugal conserva na mais importante de todas as ilhas britânicas. O seu registo (SLB) é neste particular medíocre e Alan Pardew há uns dias foi demasiado simpático, já que um clube maniento como o Benfica jamais se classificaria nos 10 primeiros em Inglaterra. A habituação em futebol não é um mito (link), razão pela qual nas provas Europeias tudo obedece a padrões de sucessivas participações, guias de crescimento, ou consistência associada ao factor tempo: o Benfica está ainda a dar os primeiros passos neste capítulo e, nesta medida, desejamos-lhe toda a sorte do mundo na 2ª mão que disputará no mítico St. James' Park.

Sporting Clube de Portugal,
23 jogos, 9 vitórias, 5 empates, 9 derrotas, com o único saldo positivo entre Portugueses ao nível de resultados mas também de golos marcados e sofridos, 33 a favor, 27 contra.
Última modificação: vitória por 1-0 (Lisboa) e derrota por 3-2 (Manchester) frente a M. City FC.

Sport Lisboa e Benfica,
29 jogos, 9 vitórias, 4 empates, 16 derrotas, 38 golos marcados e 52 sofridos.
Última modificação: derrota por 0-1 (Lisboa) e derrota por 2-1 (Londres) frente a Chelsea FC.

Poderá desejar reler:
Uma imagem e duas goleadas em Setúbal
Quem somos e ao que vamos: uma tradição exclusiva do Sporting
A importância e prazer da (verdadeira) Liga Europa

A responsabilidade do mais bem sucedido clube português frente a equipas inglesas (actualização do histórico)

Posted on

Saturday, 6 April 2013

15 Comments
  1. É uma actualização um bocado conveniente. Entretanto o Benfica já somou mais um jogo, marcando mais três golos e sofrendo mais um. Mas o teu conceito de "actualização" ficou retido em abril ou março de 2012.

    Gosto especialmente das 16 derrotas do Benfica em bold. Tendo jogado mais jogos, neste caso do que o sporting, será também normal que tenha mais derrotas. Normal porque nem nos 10 primeiros conseguiríamos jamais entrar, estando em primeiro no nosso país - outras equipas, as que não têm a manutenção assegurada ainda teriam mais dificuldades, suponho -, mas, voltando ao bold: uma pessoa pode metar as mão á cabeça se souber que o Casa Pia tem somente 13 derrotas na história do campeonato nacional de futebol enquanto o Sporting já vai em quase 400!!! Só que...o Casa Pia tem 14 jogos no total e o Sporting já vai em mais de 2000.

    Meter a bold as 16 derrotas do Benfica não é, mais do que tudo, meter a bold alguns dos trejeitos insolentes que hipoteticamente te caracterizam? Fica a pergunta.

    ReplyDelete
  2. Bem... podias era concretizar a estatistica, só mesmo para lhe conferires um tom mais sério! os resultados do sporting contra equipas inglesas são fruto de eliminatorias contra os seguintes clubes: Man Utd (63/64), Sunderland, Southampton, Middlesbrough, Newcastle, Bolton, Everton, Man Cty, e penso que tudo na 2ª prova europeia de clubes (leia-se taça uefa)... já o Benfica, só nos ultimos anos, apanhou o Man utd duas vezes, o Chelsea, O liverpool (campeão europeu em título), isto só falando nos ultimos anos... sem contar que grande parte dos embates contra equipas inglesas foi em contexto de liga campões, ou seja contra a nata do futebol inglês, e não contra o refugo!

    Isto sim é conferir seriedade a uma estatística! alhos não se comparam com bugalhos!

    Mas mantenham-se lá nessa vossa realidade imaginada, é o vosso anti-depressivo!

    ReplyDelete
  3. Mas esta competição não era supostamente a competição da segunda liga da Europa como diziam os lampiões quando o SCP eliminou o City!Porquê tanta euforia agora numa prova menor.Haja pachorra para aturar tanta presunção.

    ReplyDelete
  4. A passarada tem que arranjar desculpas. É como nas arbitragens, têm sido levados ao colo nos últimos anos, mas são tão hipócritas que estão sempre a queixarem-se.

    ReplyDelete
  5. Manuel a passarada que não respeita o nosso símbolo, não deviam ser permitidos comentários.

    ReplyDelete
  6. LDP, é isso mesmo: não contabilizei o jogo com o Newcastle por ser conveniente. Faria uma enorme diferença no total além de ser ter sido disputado há 2 dias e portanto fácil de "esconder". Apanhaste-me. Não tem nada a ver com o facto da eliminatória estar a meio.
    No restante sim, tens toda a razão, mais jogos, normal que tenha muito mais derrotas, dado o aproveitamento muito fraco. O problema é mesmo esse: como são maus, quantos mais jogos fizerem, mais prejuízo acumularão. Mas o do FCP ainda é pior, como exibe o «post» de Março. Quanto aos "trejeitos insolentes que hipoteticamente me caracterizam", como dizes, fica a pergunta. Medita sobre o tema se te aprouver não duvidando que as conclusões sobre o assunto ajudarão o Benfica a ter melhores resultados nas provas da UEFA.
    Acredita (se quiseres) que torço pela equipa de Jorge Jesus, porque gosto muito do treinador do Benfica e é essencialmente isso. Não me é difícil agarrar a esse argumento e generalizar à causa benfiquista, desejando-lhe sucesso. Jorge Jesus é (para mim) mais importante que todos vós ... ou o Benfica enquanto "nação".

    ReplyDelete
  7. Marquês, a minha função (entre outras) é fazer o trabalho mais difícil, cabendo-vos (como sempre) fazer reparos nesse tom prepotente sobre o que eu deveria ou não deveria fazer de diferente. Para melhor ou pior, quase sempre a primeira, bruxo.

    O Southampton na fase em que se cruzou com o Sporting era uma equipa muito forte, e essa foi aliás a primeiríssima vitória de uma equipa Portuguesa (entre todas) em Inglaterra, até então. A pri-mei-ra. Southampton de Kevin Keegan, jogador Europeu do ano e dos melhores do mundo em actividade, à época. Manchester de Sir Matt Busby, Manchester City campeão Inglês, ou o Arsenal do início dos anos 70 que era igualmente uma formação poderosa, daí ter vencido a competição Europeia na temporada em que empatou no José Alvalade.

    É fácil desvalorizar o que fazem os outros e o benfiquismo sem esse traço, lá está, não seria benfiquismo ... mas também por isso existe uma distância enorme entre o que apregoam e o que factualmente são. Muita da vossa graça advém exactamente daí. Continuem a apregoar ... uns ficam com a fama, outros com os louros. Pela minha parte no que toca ao Sporting, tudo jóia.

    ReplyDelete
  8. Manuel Marques, um abraço enorme para si e sim: a competição não vale nada. Só vale quando (eles) a jogam. Mas só até serem eliminados porque a partir daí voltará a não valer nada. É como os "matrecos": nunca valem valem nada, mas têm pesadelos de saber que o Sporting tem 22000 títulos de "matrecos" e 22 competições Europeias também de "matrecos". Fazer o quê?

    Haja Luz, subscrevo, mas não é só por isso, também elimino comentários de sportinguistas. Aliás elimino mais facilmente esses antes de qualquer outros (a estupidez dentro de muros incomoda-me mais relativamente à que vive "lá fora"). Um abraço.

    ReplyDelete
  9. Caro Manuel Humberto,

    Desvalorização é o que você faz! Comparar uma equipa que todas as eliminatórias que fez contra equipas inglesas foram em contexto da taça UEFA (ou liga europa) ou taça das taças, com uma equipa que das 11 eliminatórias com equipas inglesas 9 são em contexto de liga dos campeões e 2 na liga europa!
    Se não consegue perceber a diferença, também não sou eu que lhe vou explicar!

    Continuação de bons delírios!

    ReplyDelete
  10. Marquês, não desvalorizei nada.
    O Sporting tem um histórico de resultados em Inglaterra. Benfica, idem. O Porto idem. O primeiro é o único positivo entre os 3. Os outros além de negativos, são especialmente medíocres. No entanto quem melhor não soubesse e ouvisse os benfiquistas antes e pós jogo com Newcastle, benfiquistas que pegaram em declarações do treinador do Newcastle para puxar de galões que só existem na sua imaginação, ficaria a pensar que o SLB é algum clube habituado a derrotar equipas Inglesas. É ao contrário.

    Benfiquismo, fantasia, alienação, gabarolice:
    O Newcasten já devia saber que comemos clubes da Primeira Shippin ao pequeno-almoço.
    Goleado em 62 pelos Spurs, goleado em 66 pelo MU, goleado em 67 pelo MU, goleado em 72 pelo Derby County, goleado em 78, 83, 84 e 2009 pelo Liverpool.
    29 jogos,
    9 vitórias,
    4 empates,
    16 derrotas.
    38 marcados, 52 sofridos.

    O Newcasten já devia saber que comemos clubes da Primeira Shippin ao pequeno-almoço, somos forçados a subscrever ...

    ReplyDelete
  11. Manuel Humberto,

    Todos esses jogos que mencionas-te das "goleadas" repara que foram sempre contra o campeão em título da primeira liga e não contra 6ºs 7ºs ou 8ºs classificados, mais, em 66 MU é campeão europeu, em 78 e 83 Liverpool é campeão euripeu e 84 é finalista ... se não queres entender a diferença não insisto mais!

    ReplyDelete
  12. Por isso é que o Sporting tem tantas vitórias em competições europeias, vai a tantas finais, vai a tantas meias-finais, a tantos quartos de final...

    Foi só uma vez aos quartos de final da maior prova da UEFA, mas garanto-vos que foram os melhores quartos de final de sempre, na verdade vale por 5 títulos de campeão europeu.

    Importante, importante é ter sido o primeiro clube a jogar nas competições europeias (num ano em que foi convidado pelo jornal L'Équipe).

    Hibernian, Vasas, Young Boys, Rapid Wien, Standard Liège, Dundee, Zürich, Györ, Dukla Praha, CSKA Sofija, Spartak Trnava, Legia Warsaw, Újpest, Austria Wien, Dinamo Bucureşti, Widzew Łódź, Malmö, Dundee United, Galatasaray, Spartak Moscva...

    ReplyDelete
  13. Gargalhada Geral8 April 2013 at 01:31

    Já agora, aproveita e faz o mesmo, para Itália, Alemanha e Espanha!!!

    Comparar - Southampton, Sunderland e Bolton, com os Campeões Ingleses e Europeus, Manchester United, Liverpool e Chelsea -é hilariante, tens a certeza que não és familiar do ROC!!!

    ReplyDelete
  14. Mais um troféu para colocar no museu adicionando aos não sei quantos mil que devem ter...:

    clube português mais bem sucedido contra clubes ingleses!!!!

    ReplyDelete
  15. Gargalhada Geral8 April 2013 at 14:55

    Goleado, pelos Spurs em 62(2-1)!!!???. Alguma vez o teu clube, tem categoria sequer, para estar presente numa meia-final de Champions? Queres que te empreste alguma - 61,62,63,65,68,72,88 e 90 - é só escolheres!!!

    ReplyDelete

Search This Blog