Monday, 1 April 2013

3 pontos, 3 pontos, 3 pontos

Objectivo: 3 pontos para o lugar Europeu.
Missiva: só temos 6 jogos para recuperá-los.
Palco: Certame desportivo Português.
Saiyan 超サイヤ人: Jesualdo.

Bónus de vida: 3 pontos no estádio da Luz.

Bónus de energia infinita: evitar a ausência de provas Europeias em 2013/14 e poupar-se da perda de um estatuto que carregamos sozinhos, em Portugal. Esta noite e ao longo da época, já era tempo do Sporting se ver protegido pela sorte do jogo, sorte do jogo, já que noutros capítulos, lamentavelmente, com uma expulsão completamente injustificada (não obstante a escusada simulação de Joãozinho), estavam mais uma vez criadas as condições para que o Sporting se visse (e viu-se) aflito. Numa época marcada por tantas contrariedades, maus resultados e negativismo, a vitória foi mais do que merecida. Homens do jogo:

1ª parte, André Martins.
2ª parte, Rui Patrício.
1ª e 2ª parte? Ricky Wolfswinkel.

Menção especial: o jovem delegado que festejou efusivamente com os jogadores no fim da partida.

Menção honrosa: «O futebol foi mais uma vez ingrato com a minha equipa».
De facto, José Peseiro.

Tal como há uns meses, um abraço grande ao ex-treinador do Sporting CP.

27 comments:

  1. Caro Manuel Humberto,

    E que tal o «meu» rapaz?... 3 golos à ponta de lança e ainda aquele remate fenomenal à trave. Preferia que tivessem vendido o Rui Patrício, pelas opções disponíveis.

    P.S. Não esquecer o penálti que ficou por assinalar por falta sobre Capel. Vitória merecida e 3 pontos que fazem muita falta.

    Um grande abraço.

    ReplyDelete
  2. Albano Travassos1 April 2013 at 23:27

    Concordo com tudo, menos com a exibição do rui patricio. Anda muito tremido....

    Saudações Leoninas

    ReplyDelete
  3. Caro Rui Gomes, que dizer? Noite fantástica para o Ricky, e ele bem merecia. Foi um jogo à Ricky: sempre muito útil, muito boa movimentação, envolvido no jogo, sem falhar nesse capítulo. Ele não perde 1 jogada. Mas hoje, ao contrário de outras noites: não falhou. O 2º golo foi muito bonito.

    Um abraço grande, e uma grande vitória.
    O Sporting já merecia esta ponta de felicidade.

    ReplyDelete
  4. Albano, foi mais uma vez o Rui Patrício quem manteve o Sporting no jogo.

    Em mais do que uma ocasião.

    É um guarda-redes de topo e dos nossos melhores jogadores. Esta noite, num ambiente especialmente difícil, salvou o Sporting por 3 vezes na 2ª parte.

    ReplyDelete
  5. Caro Manuel Humberto,

    No segundo golo o Rui podia ter feito melhor, mas dou-lhe o benefício da dúvida pelo condições do relvado e da bola, com a chuva.

    Todos falham, mas o Ricky precisa de ser servido da forma como foi servido hoje, com passes ou centros «rasgados».

    Um grande abraço.

    ReplyDelete
  6. Rui Gomes, sim, mas esse(s) lance(s) não o(s) define(m). Aconteceu hoje e acontecerá mais vezes, no Sporting ou qualquer outro clube. O Rui Patrício na equipa do Sporting não só é dos que falha menos vezes mas é também o que nos salva mais vezes. Factos: nenhum outro jogador nesta época deu tantos pontos ao Sporting como Rui Patrício. Esta noite voltou a fazê-lo.

    Sobre Ricky, tal como repetiu o comentador da emissão muitas vezes: mérito da movimentação, a sua grande qualidade, não significando ser nesse capítulo melhor que 4 ou 5 outros avançados a jogar noutras equipas de Portugal. Significa ser a sua (dele) grande qualidade. No 1º e 3º golo seria difícil falhar, tão próximo que estava da baliza, pese embora o 1º fosse para o Ricky de execução muito difícil (ele não é especialmente bom jogando de cabeça), mas isso só valoriza o golo. Já o 2º foi uma finalização excelente e o 1º golo contribuiu muito, porque deu-lhe confiança. O "problema" Rui Gomes é que o Ricky fez hoje 3 golos mas amanhã com 4 oportunidades, poderá fazer nenhum, e não é só pela qualidade das assistências já que no cômputo de uma época falha muitos que não deveria falhar. No acumulado de qualidades e defeitos é um bom jogador, mas não se trata de um dos nossos melhores jogadores nem é um avançado "raro" de encontrar.

    Na comparação por exemplo com os avançados de FCP e SLB o Ricky não vence em nenhum parâmetro. É regular, envolve-se, mexe-se bem, luta, dedica-se, é abnegado, mas não se destaca. Destacou-se hoje porque fez 3 golos. Mas esta noite é excepção ...

    ReplyDelete

  7. O holandês voltou a marcar 3 golos contra o braga, como na época passada no último jogo, o que lhe permitiu então chegar aos 9 golos de bola corrida.
    O que aconteceu hoje faltou-nos na maior parte do campeonato, eficácia ou sorte se quisermos.
    Antes deste jogo éramos o pior ataque, em igualdade, e a quarta melhor defesa.
    O problema esteve sempre no ataque.
    Hoje jogamos contra uma equipa que quis ganhar o jogo, o que fez toda a diferença, e pareceram-me com pouco andamento.
    Os nossos golos não foram marcados com 10 jogadores dentro da área a defender, mas sim com dois três.
    Bons golos do holandês, remates de primeira ou no máximo dois três toques.
    Quando lançado em profundidade que ficou isolado, foi rapidamente apanhado.

    ReplyDelete
  8. O Rui não tem qualquer responsabilidade nos golos.

    ReplyDelete
  9. Portanto está a comparar o rendimento de um avançado de uma equipa com 30 pontos, com avançados de equipas com 64 e 60 pontos. Você é surpreendente.

    ReplyDelete
  10. Um avançado que não tem concorrência,sabe que joga sempre, enquanto que os ouros estão sobre pressão de falharem ele não.
    Surpreendente é ver certos comentários.
    O Manuel tem razão na observação esclarecida

    ReplyDelete
  11. Haja Luz, subscrevo, e já era tempo dessa sorte aparecer. Foi dessa forma que finalizou no ano passado em 2 ou 3 jogos muito seguidos, 1 frente a Setúbal e outros que não recordo os adversários. Remates secos, com altura. O lance em que foi apanhado, 2ª parte, ataque pela esquerda, já estava cansado mas sobretudo (lá está), faltou ali qualquer coisa que ele não tem. Mas estava na jogada, envolveu-se, e com 10 jogadores quantas vezes não aparecia a combinar com Bruma ou Rojo. Nesse capítulo é inexcedível e na hora de dar a bola entrega-a sempre no pé, não perde um lance.

    Pedro S, não é preciso comparar com ninguém mas sim, na comparação perde com todos: Jackson, Liedson, Lima, Cardozo ou Rodrigo. São todos melhores que Ricky, e não é só por fazerem mais golos.

    ReplyDelete
  12. Isso não fez sentido. Leia outra vez.

    Mas adiante, gosto da confiança! Posso ficar descansado, afinal jogadores que marcam mais de 20 golos por época em equipas que lutam por ir à Europa é ao pontapé. Eu é que não sabia!

    ReplyDelete
  13. Amigo, o Lima em dois anos no Braga fez menos golos que o Wolfswinkel no Sporting.

    Já o Rodrigo tem menos golos na carreira inteira do que o Wolfswinkel tem no Sporting.

    O Liedson teve épocas (em que o Sporting lutava pelo título) em que fez menos golos que o Wolfswinkel.

    Aconselho-o a ler algumas coisas sobre o jogo em si. Parece-me perceber menos de bola que eu, que o que sei resulta apenas do que joguei a nível amador. Nunca perdi muito tempo a estudar o jogo. Mas tem de conseguir ver mais do que as banalidades que diz.

    ReplyDelete
  14. Haja Luz, subscrevo também que Rui Patrício não tem responsabilidade nos golos. Noutro dia, noutra noite, noutro jogo, poderia muito bem defender ambos os lances, mas porque é um guarda-redes muito bom. Isso contudo não significa que tivesse tido responsabilidade nos golos sofridos. Eram bolas muito difíceis, especialmente a 2ª. A 1ª, pela violência do disparo. Há uma diferença enorme entre (dadas as enormes qualidades do guarda-redes) poder defender e ter responsabilidade nos golos sofridos.

    ReplyDelete
  15. Não me parecia correcto antes criticar tanto quanto se criticava RVW -afinal o homem lá vai marcando numa equipa que até Jesualdo não sabia o que era atacar- tanto como hoje não me parece correcto passar aos elogios exagerados -afinal o homem é muito irregular e não tem um grande remate, não ataca os lances nem é capaz de aguentar cargas ou participar eficazmente em acções ofensivas (ñ golo).

    Comparando com os avançados dos outros QUE JOGAM (Liedson não conta) é mais fraco que Cardozo, Lima, Jackson ou Éder.

    Mas ontem, em grande!

    SL

    PS: É sempre bonito ver o Presidente daquela forma. Não serve para o avaliar mas mesmo assim é bonito. Não era o meu "escolhido" mas foi o eleito e desejo que o seu mandato seja tão glorioso como a sua felicidade de ontem.

    ReplyDelete
  16. É sempre bonito ver o Presidente daquela forma. Uma lufada de ar fresco. Também gostei muito, daí a menção (sem ironia). Parecia uma criança ...

    Espero que tudo lhe corra bem, mesmo. E sobretudo que seja bem aconselhado. Que nos enganemos pouco nas decisões, plantel da próxima época bem reformulado, e guardo esperança de ver 2 jogadores transferidos: 2 dos considerados importantes.

    Sobre Ricky é como dizes, nem tanto à terra nem tanto ao mar. É um jogador - nas circunstâncias certas - importante. É um bom jogador. É um jogador querido. Não é um jogador indispensável. Deixará saudades sobretudo pela boa personalidade que tem. É um jogador facilmente substituível.
    Todas ao mesmo tempo.

    Mas para algumas pessoas ser "bom" não chega, e vêm para aqui com comentários parvos como se alguma vez tivesse desvalorizado o Ricky ou escrito que gostava de vê-lo fora da equipa ou do Sporting. Pelo contrário. Mas claro esses são os mesmos "ceguinhos" que assobiam e rogam pragas a bons jogadores. Não se chamasse Ricky mas António Taborda, tivesse 31 anos e viesse de Gondomar, seria um certamente (para esses) um "perna de pau".

    ReplyDelete
  17. Falas da próxima época e eu acho que a preparação para ela tem de ser feita seguindo os rumores que têm andado por ai. Ou seja, apostando no mercado nacional com apenas uma ou outra excepção. Basicamente, mantendo a base da academia que temos hoje (com 7 jogadores nacionais mais outros como Zezinho que tem estado de fora) com um ou outro que o treinador queira manter como Rinaudo,etc (sim o treinador e mais ninguém, ele é que sabe). Mais uma ou outra excepção como um avançado de nome e reconhecidas capacidades.

    É possivel ter um plantel completo com o que temos mais alguns do nosso campeonato. E o Estoril, Paços, etc têm jogadores interessantes. Se temos de reduzir o orçamento que o façamos dessa forma. Não ficaremos a perder com jogadores como Ghilas.

    E quem é o centro de tudo isto? O treinador e o que ele deseja e acha necessário. Por isso urge segurar Jesualdo ou contratar outro competente como este. Foi a escolha do treinador que arruinou esta época, é a escolha do treinador que salvará ou destruirá a próxima.

    ReplyDelete
  18. Convém acrescentar uma preocupação que tenho e que acresce à minha dificuldade em reconhecer competência a Inácio e Vergílio: o terceiro elemento e LFL.

    Quem é o terceiro elemento? Ainda está pressionado? Era importante poder dizer "Inácio está no Moreirense mas este e este estão a trabalhar." Contudo, Vergílio parece ser para os miúdos e o outro não está ou se está estará escondido. É preocupante e deveria ser anunciado depressa.

    LFL vai ter algum papel?Qual? Esta é mais simples, falou-se nele e eu o vejo como um tiro no escuro. Contudo, já que dele se falou gostava de saber o que fará.

    Realcei a decisão do Treinador mas neste momento estamos pior pois não temos bem ideia de quem decidirá isso. Aguardo notícias pois mesmo que possa não concordar com a estrutura importa mais ter estrutura de que eu discorde do que não ter nenhuma para eu concordar ou discordar.

    ReplyDelete
  19. Perdoem-me vir a um blog do Sporting e n tecer os mais rasgados elogios ao Ricky. O Manuel perdoa, por isso arrisco.

    "O Ricky é um jogador de movimentos e de golos fáceis"

    Porque esta tesão toda por 2 golos na pequena área e um grande golo, mas apenas a um metro da pequena área?

    Um matador é isto:

    http://www.youtube.com/watch?v=Do-JlG-6Hoc

    e o video está extremamente incompleto. Falta uma carrada de golões que já marcou este ano.

    Com as oportunidades que o holandês já teve este ano o outro já levava 20 golos só na Liga. Fora aquelas que nem são oportunidades pq o Ricky não aperta os defesas.

    ReplyDelete
  20. ahhh aquela afirmação entre "" é do Jesualdo F.

    ReplyDelete
  21. Já agora, o haja luz está enganado.

    O Ricky n chegou c 6 golos de bola corrida à ultima jornada do campeonato passado. Chegou com apenas 4.

    Nesse jogou subiu para 7 o total de golos. Outros 7 de penalty perfez os 14 finais.

    ReplyDelete
  22. Manuel
    Grande comentário
    Eu disse que o Rui não tinha tido responsabilidade, sem explicar, e tu explicaste exactamente.
    Se tu jogares á bola como explicas e percebes, jogas muito:)

    ReplyDelete
  23. Olá Miguel Nunes
    Acho que te enganas-te
    Ele marcou 5 de penalti no campeonato

    ReplyDelete
  24. Segundo o zerozero marcou 7

    gil vicente, feirense, leiria, maritimo, nacional, benfica e nacional outra x

    e esteve por exemplo desde 24/9 até 11/3 sem marcar um único golo na Liga sem ser de penalty. Dá quase 6 meses!

    São dados apenas curiosos. Valem o que valem. Mais do que não fazer golos regularmente (e os que faz, salvo raras excepções, qq outro avançado os faria) o que mais me incomoda nele é aquilo que o Jesualdo referiu de não ter agressividade ofensiva.

    ReplyDelete
  25. Miguel Nunes

    Marítimo e Nacional, taça

    ReplyDelete