“A substância fundamental do progresso desportivo do Sporting é um fogo clubista que incessantemente se acende. É o suporte de vida do espírito leonino; é uma matéria viva ...”


No que ao Sporting respeita: Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.
Ademais: Este é um blogue pessoal no qual se vêem analisados outros temas, bem como um depósito para comentários sobre diversos tópicos que vou deixando um pouco por toda a parte.
Para deixar um comentário: Clica no título do respectivo 'post' (à direita do texto). Alternativamente, usa a tua conta do FB. Regras superficiais de utilização: Emprega bom-senso.

O sportinguismo anda pelas ruas da amargura e o simplismo dá para tudo.

Escreve Pedro Correia, evidências. Godinho Lopes não conseguiu unir os sócios. O Sporting é hoje um clube ainda mais dividido do que era há dois anos. Godinho Lopes não conseguiu sanear as finanças do clube. O Sporting está hoje mais asfixiado financeiramente do que em 2011. Godinho Lopes não conseguiu resultados desportivos. Sob o seu mandato, não ganhámos nada no futebol profissional - o principal cartão de visita e a maior fonte de receitas do clube. E este ano já tínhamos perdido tudo antes do Natal.

Hein, maravilha, de uma utilidade tremenda, por parte de alguém que há uns meses (quem sabe anos) dissecava, censurava, corrigia, parodiava as intervenções de Rui Santos num canal qualquer de televisão. Não sou fã de Rui Santos ou de qualquer outro dos seus colegas, em boa verdade não sou fã de nenhum, mas se vamos criticar alguma coisa consigamos pelo menos fazer igual ou melhor. Ou consigamos pelo menos olhar para as coisas com olhos de ver.
Consigo imaginar o crítico Pedro Correia, na televisão, dizendo, acho graça, acho muita graça àqueles que preferiam continuar a ver Godinho Lopes à frente do Sporting em nome da estabilidade e do cumprimento dos mandatos - todos já esquecidos de que aplaudiram as sucessivas mudanças na equipa técnica do clube que levaram à existência de seis treinadores nos últimos dois anos em Alvalade. Sem estabilidade de espécie alguma nem resultados que se vissem.

Novamente, de uma utilidade tremenda. Ao superficial nível de resultados, algo sem grande interesse porque em si mesmo não explica nada, nem resultados que se vissem, ignorando a abelha a final da taça de Portugal e meia-final da Liga Europa. Este é meramente exemplo de um verbo de encher, como existem muitos outros, Bancada de Leão. Não são nocivos nem positivos. São meramente inúteis, porque há muito pior, universo de gente sobre o/a qual há uns dias versei que constantemente puxa pelo pior das pessoas, sentimentos maus, agressivos, ressabiados, manipuladores.

Fazem-no com naturalidade e não sabem fazer mais nada.

É o caso do senhor que escreve, devolvê-lo-emos à Expo 98 !..., senhor que quando versa sobre futebol é uma inutilidade com alguma graça mas quando sai do ridículo entra numa zona mais densa que de ridículo tem pouco. Gente como esta provoca somente repulsa, ao nível do sujeito que escreve no Cacifo do Paulinho e há dias elaborava um título mandando o presidente do Sporting para o caralho e chamando-o cabrão. Gente miserável, não só no Sporting mas como pessoas: não valem rigorosamente nada, para mais usando-se da imagem de alguém como Paulinho.

Escreve o senhor do Leoninamente, o homem não percebe nada de futebol (já são dois porque de futebol o presidente do Sporting sabe tanto como o Álamo: zero) e mesmo em outras matérias a sua competência também não será muita. Mas chegados aqui, ninguém terá pensado que depois de renunciar ao cargo (...) poderia alguma vez voltar a aldrabar tudo e todos. Aí está ele de novo, ao seu melhor nível. Razão tinha um senhor blá blá blá, blá, blá, blá e é isso. Foi o que andámos a ouvir há mais de dois anos e teremos de continuar a ouvir, porque o homem só mudará quando um dia morrer como todos. Só que desta vez não enganará ninguém. Mentiroso e pretenso dono de uma credibilidade única e irrepetível, escondendo sob um falso carácter de civilidade e polidez, valores indignos de um sportinguista, aí está ele de novo a avançar, porque ninguém a não ser ele será pretensamente credível em todo o universo sportinguista. 

Os sportinguistas responder-lhe-ão, desta vez sem afinações, e devolvê-lo-ão à Expo 98! ... Maravilha, valores indignos de um sportinguista.

É infelizmente o que existe nestes meios.

Sportinguismo de gente que anda pelas ruas da amargura: já só provocam repulsa.

Posted on

Thursday, 7 February 2013

8 Comments
  1. Eu escrevo em alguns desses blogues que mencionaste. Não sempre, depende dos tópicos. Concordo que a blogosfera deixa muito a desejar, mas no fundo reflecte a "vox pop" e como o futebol do Sporting está muito mal, os humores andam do pior... Esta campanha vai ser muito feia...

    ReplyDelete
  2. Também fico triste e revoltado quando leio nos blogues aquilo que muitos?alguns? sportinguistas pensam e dizem sobre outros. Parece que temos um especial gosto em enxovalhar quem serve e passa pelo nosso clube. Já fui inclusive insultado e ameaçado porque simplesmente escrevi que Godinho fez algumas coisas boas, mesmo não sendo seu apoiante.
    Deixei de dar a minha opinião em alguns blogues.
    Não estou para isso. Raramente vejo blogues pela postiva, que querem contribuir realmente para o bem do clube. Profissionais de escárnio e mal-dizer, não obrigado! Este é um blog que gosto de visitar, porque escreve e pensa Sporting Clube de Portugal.

    ReplyDelete
  3. Miguel Courela, e a outra parte é logicamente muito pior: a das ofensas, agressividade, insultos gratuitos. Quer sobre nós próprios, consumidores destes meios, ou sobre jogadores / técnicos / dirigentes do clube. Aquilo que nos faz sentir 'desligados'. E depois perceber a popularidade desta gente é medonho, e por isso refiro que são representativos da blogoesfera. A maioria das pessoas a consumir estes meios é isso que procura.

    ReplyDelete
  4. Ah espera lá...afinal temos um Senhor Manuel Humberto que acha superior sem conseguir dizer ou explicar porque se acha superior.

    Epá, ainda é mais grave do que eu pensava.

    Felizmente, caro Manuel Humberto, não precisa de visitar o blog, nem tão pouco comentar lá, mas também não seja "cobarde" ao falar de mim desta forma como o fez em cima (e falo só por mim). Porque não me conhece, não sabe como penso e não será nunca, mais Sportinguista que eu. Quanto muito pode ser tanto como eu!

    Sobre o texto do Ricciardi...enfim, poderia ter comentado lá no sítio onde ele estava, teria direito a resposta porque a democracia sempre funcionou no meu blog.

    ReplyDelete
  5. Não, não me acho superior. Acho-te insuficiente, que é diferente. Tenho aliás muito pouca tolerância para gente presunçosa.
    Retirares do que escrevi que me acho superior e mais sportinguista é demonstrativo da tua falta de inteligência. Lamento dizê-lo mas é a verdade.

    Sobre o reparo de dever comentar no teu blogue tens razão e penitencio-me. Não deveria debruçar-me sobre o que escreveste noutros sítios, este ou outros. Acontece porém que não dou importância ao que escreves. Não acho ofensivo nem afecta grande coisa, foi aliás isso que disse: não tem utilidade. Não é bom nem é mau. Estou a responder-te com honestidade. Deveria tê-lo feito no teu blogue mas não tem (o assunto) tanta importância que me levasse a fazê-lo, motivo pelo qual neste «post» nomeei-te como exemplo para o que quis ilustrar: foi só isso que fiz. Não teci qualquer espécie de juízo sobre o conteúdo A, B, C ou D que escreveste neste ou noutros momentos.

    Fi-lo posteriormente na caixa de comentários e tens razão: fi-lo mal.

    ps,
    O que pensas é o que escreves, a não ser que as letrinhas apareçam juntas e publicadas por magia. Passa bem e fico contente que a democracia funcione no teu blogue, tenha isso o significado que tiver.

    ReplyDelete
  6. Retiro do que escreves todos os dias, é simples. Da mesma forma que tu me acusas de uma série de coisas pelo que lês, se é que lês, no meu blog.

    Quanto ao resto...são banalidades como as que por aqui muitas vezes leio e como os comentários que fazes.

    ReplyDelete
  7. Subscrevo (passa bem e felicidades).

    ReplyDelete

Search This Blog