Palmarés

Internacional, equipas

Goalball (D. Adaptado)

1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Hóquei em Patins
:
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
3 Taças dos Vencedores das Taças
2 Taças CERS
Futebol:
1 Taça dos Vencedores das Taças
Atletismo:
Pista feminino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Cross masculino
14 Taças dos Clubes Campeões Europeus
Pista masculino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Andebol:
2 Taças EHF Challenge

Nacional, equipas

Futebol:
22 Campeonatos Nacionais
16 Taças de Portugal
8 Supertaças Cândido de Oliveira
Andebol
:
18 Campeonatos Nacionais
15 Taças de Portugal
3 Supertaças
Hóquei em Patins:
7 Campeonatos Nacionais
4 Taças de Portugal
2 Supertaças António Livramento
Atletismo:
Pista feminino
46 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta feminino
22 Campeonatos Nacionais
Cross feminino

5 Campeonatos Nacionais
Pista masculino

48 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta masculino
17 Campeonatos Nacionais
Cross masculino
46 Campeonatos Nacionais
Futsal:
13 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
6 Supertaças
2 Taças da Liga
Natação
:
6 Campeonatos Nacionais feminina
6 Campeonatos Nacionais masculina
2 Taças de Portugal masculina
Basquetebol:
8 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
Voleibol:
2 Taças de Portugal feminino
1 Supertaça feminino
5 Campeonatos Nacionais masculino
3 Taças de Portugal masculino
3 Supertaças masculino

 

 
Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.

O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.

Bola rasteira e perfeitamente defensável que quase sempre garante 50% de sucesso. O simulacro utiliza cores para definir os campos de análise.

Friday, 22 February 2013

Há um ano, Fevereiro de 2012, Wolfswinkel converteu mas explicámos tin tin por tin tin os motivos para que não deva marcar penalties. O simulacro utilizava cores para definir os campos de análise e olhando a imagem podíamos então perceber o que se passava. Um ano mais tarde, o simulacro ainda existe e o jeito do bom Holandês para marcar penalties permanece o mesmo:

Inexistente.

A culpa no entanto não é do avançado, mas de quem o deixa / manda bater penalties. Os penalties não devem ser batidos por quem precise de golos para aumentar os níveis de confiança, nem por quem precise de golos para aumentar contas pessoais. Tratam-se de momentos de execução. Não são diferentes de livres directos, ou pontapés de canto: devem ser batidos por quem sabe executar.

ps,
O Sporting tem uma muito bela dupla de centrais.

1 comentários:

Lionheart said...

É. Mesmo quando convertia, era quase sempre rés-vés. Se calhar é ele que marca porque é o único ponta-de-lança. Se calhar porque é preciso aumentar a conta pessoal para o valorizar. Mas também não grandes alternativas neste plantel. Este é apenas mais um dos problemas e não é novo.

O Liedson era um desastre a marcar grandes penalidades. Sucedeu-lhe o Moutinho, igualmente mau (no porco nunca o puseram a marcar penalties nem cantos, no Sporting nunca se percebia que ele não fazia isso bem. Porquê? Não foi só incompetência, era a falta de opções, problema que o porco não tem). Seguiu-se o Matias Fernandez, que parecia que batia bem, mas depois também começou a falhar muito na fase final.

O último grande marcador de penalties que vi no Sporting foi o Jardel. Esse quase que o fazia de olhos fechados e o jogo de pés dele não era o melhor dele. É tudo uma questão de confiança e de qualidade. A falta de qualidade e opções reflecte-se aqui também.

Post a Comment