“A substância fundamental do progresso desportivo do Sporting é um fogo clubista que incessantemente se acende. É o suporte de vida do espírito leonino; é uma matéria viva ...”


No que ao Sporting respeita: Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.
Ademais: Este é um blogue pessoal no qual se vêem analisados outros temas, bem como um depósito para comentários sobre diversos tópicos que vou deixando um pouco por toda a parte.
Para deixar um comentário: Clica no título do respectivo 'post' (à direita do texto). Alternativamente, usa a tua conta do FB. Regras superficiais de utilização: Emprega bom-senso.


Primeiro grande troféu na história do clube Galês, em ano de centenário, liderado pelo melhor jogador na história do futebol. Kneel before the king.

Admiração, mais admiração e para sempre admiração.

Posted on

Monday, 25 February 2013

7 Comments
  1. Dos jogadores mais inteligentes que vi jogar. Não conta só a técnica, conta também a inteligência, porque os jogadores inteligentes lêem melhor o jogo, topam melhor o adversário, desgastam-se menos, têm mais sangue frio, orientam os colegas. O Laudrup era assim. Lembras-te daquele cabeçada que deu o golo ao Real Madrid que eliminou o Sporting em 1995 em Alvalade? Que jogão, lá e cá. Grande equipa tinha o Sporting para se bater com um Real Madrid fortíssimo. Mais forte como equipa do que agora. A diferença foi a esperteza do Laudrup, vendo o adiantamento do Lemajic, e depois fazendo um chapéu de cabeça. Gaita pá!

    ReplyDelete
  2. E pensar que, ainda este ano, foi contestado a ponto de se pensar que iria ser despedido...

    Futebol!

    ReplyDelete
  3. Lionheart, se lembro, na etiqueta 'Michael Laudrup' linkada no «post» falo sobre esses jogos, numa das mensagens. Esquece-los-ei jamais. 'Vamos ensinar o Sporting a jogar futebol', disse Valdano antes do jogo de Madrid. Classe, classe e mais classe, tanto lá como em Alvalade. O de lá foi mais especial pelas bolas no ferro e por termos encostado o Real. Para mim "inteligência" e "leitura de jogo" fazem parte da técnica. Se não existir inteligência, for insuficiente ou meramente mediana, não rotulo um jogador como tecnicamente forte. Rotulo-o como habilidoso no melhor das hipóteses.
    A componente "jogo" e forma como se joga (bola, colegas e adversários) faz parte do domínio da "técnica", muito mais que meramente executar (passar, conduzir ou rematar).

    O Dinamarquês foi o melhor jogador de sempre.

    Essa do Lemajic era um dos (poucos) pontos fracos na equipa de Carlos Queirós e por isso o Sporting hesitava entre Costinha e Lemajic. Nessa equipa recordo igualmente (sem certeza) que Peixe foi ensaiado nalgumas ocasiões como defesa central, ainda com Queirós. Com Robson sim, jogou definitivamente a central. Com Queirós também, tenho vagas recordações. Peixe era desses: muita técnica. Deveria ter sido facilmente um dos 10 melhores jogadores Portugueses de sempre. Este pormenor de termos um jogador como Emílio Peixe no centro da defesa diz muito sobre a categoria dessa equipa. Outros tempos ...

    ReplyDelete
  4. Gonçalo, estas palavras são tuas: Gosto do Laudrup, não sei se pelas mesmas razões: não me recordo muito bem do seu Getafe (lembro-me que, num dado jogo, achei interessante, mas não fiquei com uma ideia muito firme), mas tenho acompanhado bastante o seu Swansea neste início de época, e tenho gostado. Têm jogado de uma forma interessante: curiosamente, não muito diferente da que jogavam no ano passado (B. Rogers está hoje no Liverpool). O Swansea tem, de há uns tempos para cá, um critério interessante no que toca às ideias em que aposta. E se Laudrup foi escolhido, é um bom sinal. Outro bom sinal: dos jogadores contratados pelo clube inglês este ano, lembro-me pelo menos de dois claramente escolhidos por Swansea – e são dois bons futebolistas, de muito bom nível. Quanto aos jogadores, queria referir dois que foram escolhidos, não pelo Swansea, mas pelo próprio Laudrup.

    Jorge Jesus (2013/14 e 2014/15), Roberto Martinez e Michael Laudrup. Era por esta ordem a preferência dos treinadores. E por acaso agora recordando-o ontem quando via o Benfica o comentador disse qualquer coisa sobre Jesus ainda não ter renovado nem estar muito (segundo o treinador) preocupado com isso. Seria engraçado vermos o SLB sem Jesus. Todos quanto no Benfica contestam-no iriam passar a sentir saudades em menos de nada ...

    ReplyDelete
  5. É essa a minha esperança. Quando o Jesus sair o carnide pode abanar. Além de que a grave situação financeira dos rivais vai obrigá-los a desinvestir também. Daí que a nossa travessia no deserto possa não ser tão longa quanto isso. Preocupa-me mais a ingovernabilidade do Sporting. Os últimos seis anos foram maus de mais, com muita gente a portar-se mal, não só os dirigentes.

    Por falar no Jesus, já começou com os jogos mentais a propósito do clássico de Sábado. Em primeiro lugar pretendeu espicaçar os jogadores do Sporting (é lógico que ele quer que o Sporting tire pontos ao porco), mas mesmo que se confirme uma vitória dos andrades, desvalorizou-a "a priori" - por causa do Sporting actualmente estar a jogar com muitos jogadors da equipa B - para não dar moral ao porco.

    Acho que este jogo vai ser mais complicado para os andrades do que foi o outro para os lampiões. Isto porque não se sabe muito bem no que pode dar e o porco tem mais responsabilidade de ganhar, por ser ainda mais favorito nestas circunstâncias. Só que em caso de desaire pode deixar marcas. Além de que a equipa que defrontou o carnide era uma equipa sem vontade nenhuma. A actual, com os miúdos com mais ganas de jogar, de se mostrar, pode dar mais luta. O porco tem mais a perder do que a ganhar com este jogo, enquanto que o Sporting, que também precisa muito de ganhar, pode moralizar-se imenso com uma vitória no Sábado. Oxalá tenhamos a sorte que tivemos contra o Braga, porque bem precisamos. Pontos a favor, o Dier dá mais luta na defesa do que o Xandão, o "bolo-de-arroz" e o Rojo juntos; o jogo de cabeça do Ilori é uma opção nas jogadas de bola parada; a imprevisibilidade e explosão do Bruma e do Zezinho. Maiores apreensões: a falta de arrumação e consistência no nosso meio-campo.

    ReplyDelete
  6. Não irei tão longe ao ponto de o considerar o melhor de sempre mas é seguramente dos jogadores mais inteligentes que vi jogar e seguramente dos melhores de sempre.

    Mas a nota de curiosidade que queria deixar é que ele foi durante muito tempo da campanha de há 2 anos dado como o treinador de GL,acabando por prevalecer Domingos.

    Mais do que tentar adivinhar o que teria acontecido caso tivesse chegado a concretizar-se a sua vinda o que eu gostaria de perceber é o que esteve na origem da mudança tão radical de perfil e isso ajudaria a perceber muita coisa do que sucedeu nos últimos 2 anos ao futebol do Sporting.

    ReplyDelete
  7. 'O melhor de sempre' é romantismo, relacionado às coisas que valorizamos e gostamos. Relacionado aos nossos ídolos, exemplos, modelos e ao que nos captava a imaginação quando víamos futebol pelos olhos e sentidos de uma criança. Dos melhores de sempre, factualmente, sem dúvida.
    Sobre Godinho Lopes, durante muito tempo acreditei que o seu insucesso e por arrasto o insucesso do Sporting resumia-se só às escolhas desportivas, 1 ou 2 decisões sobre treinadores. A partir de certa altura tornou-se (para mim) óbvio que aquela direcção foi a coisa mais desinteressante que aconteceu ao clube nos últimos 10 anos. Não existe justificação para o autismo e a mentira, mentira a partir de certa altura evidente quando não existiram / existiam / existem dúvidas que o Sporting mantinha / mantém salários em atraso.

    Duvido que um amador com juízo ou com o mínimo de vergonha não soubesse fazer contas de somar e subtrair de modo a ter evitado a catástrofe que hoje se vive. E mesmo em cima dela, há 2 meses, continuaram a contratar jogadores e a assumir compromissos.

    São irresponsáveis.
    Do pior que há.

    ReplyDelete

Search This Blog