No que ao Sporting respeita: Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.
Ademais: Este é um blogue pessoal no qual se vêem analisados outros temas.

É difícil para qualquer pessoa, adepta ou não do Sporting, aceitar tudo o que nos últimos meses tem acontecido no clube. Existem graves problemas para resolver, a vários níveis, fruto de uma herança pesada (passado), inabilidade (presente) e guerra de poder que o afecta. Sentimentos de «posse».

O actual conselho directivo do Sporting não é um corpo querido pelos seus adeptos. É inábil, ou revelou-se inábil, mente e/ou cai frequentemente no ridículo, não desfruta de crédito junto dos sportinguistas e o pouco que tem goza-o pelo fenómeno de exclusão de partes. Apesar da forte contestação e generalizado sentimento de decepção, tudo faz para permanecer em funções, possuído por uma consciência de auto-preservação que ultrapassa os interesses do clube. Nesta matéria ter-lhe-ia (conselho directivo) José E. Bettencourt qualquer coisa para ensinar, ex-presidente cuja actuação foi pelo actual utilizada em campanha como demonstração para muito do que errado se fazia no clube, ex-presidente do Sporting que foi sujeito a um natural escrutínio e níveis de exigência por parte de alguns que são hoje dirigentes do Sporting mas por algum motivo não os tomam (escrutínio e exigência) para si. É esta uma postura que como adepto não posso aceitar. O actual conselho directivo do Sporting assume-se ainda como a única solução de governo do clube. Sem nós não existe sustento, maneio, desrespeito até para os funcionários e atletas do Sporting (...) ainda não perceberam que o clube pode entrar em ruptura de tesouraria dentro de um ou dois meses. A instrumentalização atinge o ponto de ser feita, ou sugerida, no discurso, chantagem sobre os salários dos atletas e funcionários do clube.

Sem mais nada, esta presunção ou retórica seria suficiente para que este corpo de dirigentes saísse o mais rapidamente possível do Sporting. É o meu desejo. Abandonem prontamente a condição de dirigentes, seguro que à inexistência de fronteiras ninguém sairá do clube. Permaneceremos todos, universo de apoiantes do Sporting, disponíveis para cada um à sua maneira contribuir. O presidente do Sporting e os actuais dirigentes do Sporting são parte deste universo, como são-no todo e qualquer adepto que mantenha uma ligação emocional ao Sporting.

Sentimentos de «posse». O que têm em comum Eduardo Barroso e Bruno de Carvalho? O primeiro assume a condição de adepto e faz questão de reafirmá-la como principal fundamento da sua existência sportinguista. Gaba-se da condição, alimenta-a nas televisões, comunicando para vastas audiências em representação do Sporting. Representando-o bem ou mal? Nem bem nem mal, medíocre, mas nem é esse o seu principal problema. O grande problema é desejar interferir na actividade do Sporting quando principalmente sobre Sporting ou sobre a sua actividade, desporto e futebol, Eduardo Barroso nada sabe. É um importante adepto (somo-lo todos) e nada mais, importando por isso corrigir o acto eleitoral que o viu eleito para exercer responsabilidades no clube.

É o meu desejo. Abandone prontamente o cargo que exerce, seguro que tal como qualquer adepto que mantenha uma ligação emocional ao Sporting, permanecerá disponível para contribuir, à sua maneira: na bancada, em conversa com os filhos e amigos, colegas e conhecidos, ou noutras formas que possamos desconhecer.

Bruno de Carvalho, ex e actual candidato à presidência do Sporting. Pessoalmente revejo-me nos sportinguistas capazes de transmitir segurança no que somos como clube. Nessa medida, revejo-me em Bruno de Carvalho, alguém que tem a certeza que o Sporting não só é o melhor clube desportivo Português mas também o maior e mais laureado em Portugal. Quando não basta dizer. É preciso conhecer, saber os porquês, senti-lo, e sentindo-o, acreditar no que está a ser dito. Bruno de Carvalho é nesta medida genuíno. Será uma qualidade indispensável num presidente do Sporting? Seguramente, já que o presidente do Sporting é simultâneamente o seu principal representante. O problema, todavia, consiste em não me rever na sua visão de Sporting, ou naquilo que transmite como forma de chegarmos ao lugar que é nosso. Logicamente, não sendo dirigente do Sporting nem tendo a responsabilidade para tomar decisões, é impossível conhecer aquilo que a hipotética figura de presidente reserva. Duvidem de quem tem a certeza estarmos diante de uma pessoa mal-intencionada mas não consegue demonstrar porquê. As únicas certezas que existem, e podem existir, relacionam-se a quem toma decisões. Não sobre quem está de fora e não é perdido nem achado no governo do clube. O mais são dúvidas, em abundância. O que têm em comum Eduardo Barroso e Bruno de Carvalho? São / Estão associados e para o presente e futuro do Sporting, na minha opinião, são uma sociedade pouco interessante.

Por último, os relatos dos actos (repetidos porque não são novos) praticados ontem pelos membros de uma claque do Sporting são nada menos do que sombrios. Dentro de portas, em Alvalade, numa reunião onde participaram representantes eleitos e sócios do clube na qual se viram, uns e outros, ameaçados. Outros relatos, não tão antigos quanto isso, já sugeriam que havíamos entrado no campo da intimidação e represália. A sessão de esclarecimento confirmou-o. Tão ou mais repugnante é a cumplicidade entre as acções e o conselho directivo do clube.

Numa medida não existem diferenças entre os sócios da Juventude Leonina que ontem ameaçaram sócios do Sporting Clube de Portugal, e os sócios ou adeptos do Sporting que alimentam diariamente um discurso drástico em muitos casos apelativo de agressividade, porque apelativo a sentimentos agressivos.

São iguais, uns e outros, duma e outra parte, presentes no auditório «Artur Agostinho» (triste evocação neste contexto), na internet ou em todo o lado.
O Sporting está preenchido por pobres de espírito, entre os que falam por acções e os que falam por palavras, em «blogs» ou demais fóruns.
Se a instrumentalização de marginais parece ser um exclusivo da direcção do Sporting, a manipulação de radicais não é um exclusivo de ninguém.

A radicalização e a manipulação de radicais não são um exclusivo de ninguém

Posted on

Friday, 1 February 2013

17 Comments
  1. A actual direcção, que eu não apoio, mas que acho que deve continuar até ao final do mandato falhou na contratação de um PL, e depois? Deve ser demitida por isso?
    Há quantos anos falta o famoso PL? Quantos já falharam? Tentar, se é que tentamos, contratar o Kleber e não chegar a acordo com o mesmo pq este exigiu demais? Qual é o problema?
    Quantas vezes o FCP tentou contratar o Jakson até o conseguir?
    Desistir da contratação do Niculae pq a FIFA não concorda com a interpretação da Federação Romena? O problema era contratá-lo sem as garantias necessárias e sabemos que não podemos contar com uma interpretação “favorável” das instancias portuguesas! Porque será que demora tanto tento a sanção do FCP quando o Belenenses já perdeu pontos.
    Não contratar o Paulo Henrique pq mudaram de treinador e este não prescinde do jogador! Que haveria a fazer?
    A verdade é que não temos dinheiro, seja esta a direcção ou qualquer outra (afinal a oposição “orquestrada” nem tinha dinheiro para alugar um pavilhão e teve de se convocar a AG para o estádio à hora do treino!!!!).
    Por outro lado, contratar avançados nesta janela é sempre muito arriscado (normalmente são jogadores que não estão a jogar nas suas equipas e por isso não têm ritmo).
    Se estou contente com a direcção do GL? Não estou, nem de perto nem de longe.
    Mas muito menos satisfeito estou com o PMAG e com o seu candidato que continua em campanhã desde que perdeu as eleições, sempre a denegrir o SCP.
    Acho uma vergonha o que se passou hoje, principalmente a atitude de algumas pessoas que arremessaram ovos durante a conferência.
    Mas também acho uma vergonha a conferência de imprensa e o que foi dito na mesma.
    A direcção não quer ouvir os sócios? Mas vai ouvir que sócios? Não foi o candidato derrotado que depois de “ouvir” os sócios em eleições, que perdeu, não se conformou com isso e recorreu aos tribunais??
    Ou os sócios que o derrotaram não mereciam, nessa altura, ser “ouvidos”!
    “Ouvir” os sócios numa AG ilegal? Mas se ela for legal certamente vai ser realizada, ou o Dr. Daniel Sampaio tem receio de “ouvir” o tribunal confirmar que a MAG praticou um acto ilegal em prejuízo do SCP?
    Qual é o problema de “ouvir” o Tribunal antes de “ouvir” os sócios? Se tudo tiver sido feito legalmente o Tribunal não vai, nem pode, impedir a realização da AG.
    Ou o Dr. Daniel Sampaio SABE que a convocatória de AG é ilegal e está com receio de que tal venha a público?
    E se tal convocatória for ilegal e lesiva dos interesses do SCP, não terá a MAG violado gravemente os estatutos do SCP?
    Não terá sido violado nesse caso o disposto no artigo 21º alíneas a), c), d) f), g) e h) dos estatutos do SCP?
    Não haverá lugar a um processo disciplinar contra os mesmos, nos termos do artigo 27º n.º1 alínea a) e d), já para não falar da b) dos referidos estatutos?
    Será de “ouvir” isso que o Dr. Daniel Sampaio e o PMAG têm medo?
    Repito o que se passou hoje foi uma vergonha, tal como a tentativa de agressão no dia das eleições. Esses dois actos, envergonham-me muito mais que a não contratação de um PL.
    SL

    ReplyDelete
  2. MM, é evidente há meses que a situação é insustentável. Não é possível o Sporting ter corpos sociais de costas voltadas. É ridículo o CD querer manter-se em funções e provocar a queda da MAG. Isso não é possível. Têm de sair todos e haver eleições. Se GL se quer recandidatar, que se recandidate. Os meus votos não leva nunca.

    É claro que a instabilidade que se vive no clube é nefasta para os negócios, obsta a que se encontrem soluções estáveis e com futuro. O que não se pode é dizer, sem cair no ridículo, que foi uma sessão de esclarecimento da MAG que fez abortar as transferências, quando já se sabia há dias que ia haver uma AG em 9 de Fevereiro. Foi por causa da MAG que a SAD meteu água com o Niculae, primeiro dizendo que o ia inscrever, tendo até sido notícia no site e redes sociais do clube (a saída do Izmailov nunca foi, vês?)?

    A actual direcção não tem qualquer credibilidade (não falhou só no avançado, estamos a brincar??) e a indefinição em torno do poder no clube é muito grave, porque assim o Sporting não consegue resolver os seus problemas, nem preparar a próxima época. Temos de ultrapassar este impasse o quanto antes e isso não se compadece com as teimosias do GL. Caramba, até o Jorge Gonçalves saiu sem AG, e com o Sporting a dever-lhe dinheiro até há algum tempo. Nem sei se ainda deve.

    ReplyDelete
  3. Ponta-de-lança? Esses são os menores dos problemas do Sporting. Ainda bem que não veio nenhum.

    ReplyDelete
  4. Lionheart, essa é a parte de parte das mentiras, ou o ridículo de se dizer «rejeitei Nolito por Insúa por tratar-se do Benfica». Isto é tão ridículo / mentiroso / manipulativo que não sei, não tem já ponta por onde se pegue. Os níveis de demência estão ao rubro.
    Nada mais fazem do que olhar os seus umbigos, uns tentando preservar o que têm, outros almejando o que não têm.

    Deixem o Sporting da mão, uns e outros.

    ReplyDelete
  5. Rinaudo, a direcção do Sporting deve demitir-se pela seguinte ordem decrescente de razões:

    1) não ter vocação para as funções que desempenha.
    2) alimentar sentimentos de «posse» em relação ao Sporting.
    3) não ser adequada quando o Sporting não é um clube tão forte que possa permitir-se ter gente pouco adequada na sua liderança.
    4) mentir.
    5) exercer chantagem, ainda que ao nível de retórica.
    6) instrumentalizar marginais membros de uma claque.

    ReplyDelete
  6. Agora já vêm dizer que acedem a fazer eleições após o final da época. Mas o Godinho foi eleito em Março de 2011, tendo sido dos que puxou o tapete ao Bettencourt em Janeiro desse ano. Se pôde haver eleições em Março de 2011, porque é que não pode haver na Primavera de 2013?

    Isto é só mais uma manobra dilatória para ver se as pessoas desistem. A ver se o Jesualdo ganha uns joguitos para depois começarem a condicionar, dizendo que quem não está com eles está contra o Sporting, que os outros querem que o clube perca, etc. Bastou ganhar 3 jogos quase sem saber ler nem escrever que foi o o que se viu, para adormecer os outros.

    E aguentando-se até final da época, pensam que aguentam até final do mandato. E a próxima época vai pro galheiro. Repara como estas manobras de recorrer a marginais das claques são inspiradas no Pinto da Costa. Foi assim que o Pinto da Costa afastou a oposição no início do mandato. Só que para além de não me rever nestes actos, Pinto da Costa era um dirigente desportivo que sabia da poda. Godinho Lopes é um mais um incompetente que anda há procura de modelo. Até nisto os nossos "dirigentes" não têm identidade e pior que eles só mesmos os seus "yes men". Estas cenas não demonstram força alguma, apenas trazem a marginalidade para dentro do clube.

    ReplyDelete
  7. Quanto ao Bruno de Carvalho apenas digo o seguinte. Se chegar a presidente do clube será porque os sócios assim o quiseram, não será por nenhuma cooptação. Falar por isso em golpe de estado é para enganar parvos.

    ReplyDelete
  8. O que pergunto, e pergunto simplesmente por ter dúvidas, é se será melhor destitui-los agora (numa AGE que não se perspectiva nada fácil...) ou esperar pela convocação de eleições antecipadas no final da temporada.

    Já fizeram o que de mal tinham a fazer (neste mercado de Inverno) e até ao fim da temporada dificilmente se fará algo de muito mau; pelo contrário, a possibilidade de se fazer algo bom (estruturar a divída, permitir uma saída digna e sem episódios que manchem ainda mais o Sporting) parece superior.

    No caso do CD não ter prometido eleições antecipadas no final desta temporada desportiva, não teria dúvidas e o meu voto seria sim; depois de hoje, estou dividido.

    Infelizmente, o meu amigo faz parte daquilo que, hoje, é uma minoria no Sporting. E é por isso que é difícil ter esperança no futuro. Já faltou mais para desistir...

    Um abraço

    ReplyDelete
  9. GBC,

    Mas repare, estaria a confiar em gente que mente.

    Será sensato?

    ReplyDelete
  10. FCS,

    Com um comunicado feito e assinado pelo CD prometendo eleições antecipadas, seria muito complicado se depois voltassem atrás com a palavra. Acredito plenamente que os sócios não permitiram isso. Há, para tudo, limites.

    ReplyDelete
  11. Há limites, que estão mais que ultrapassados.

    ReplyDelete
  12. Gostei,
    sou sincero, gostei de ver aqueles palhaços da mesa da AG serem massacrados com ovos só faltou lá o cobardolas e pau mandado do filha da p... do BC, Eduardo Barroso, isto têm alguma lógica quando as coisas estão finalmente a tomar um rumo, aparece sempre alguém a desestabilizar, o Sporting está mesmo mal, se dois merdas(André Patrão e Miguel Paim) que ainda há pouco tempo largaram as fraldas conseguem criar este Movimento (Dar Rumo ao Sporting) então não sei onde isto vai parar, é bom que aja democracia mas assim tanto não isto claro que têm o dedo de Bruno Carvalho por trás, todos falam do Sporting mas ainda não apareceu um único com dinheiro ao solução para a crise, eu reconheço que esta Direcção tem falhado mas porque agora, como já disse está no caminho certo com uma pessoa competente como o Prof. Jesualdo Ferreira à frente de todo o Futebol do Sporting, o problema do Sporting são os Vaidosos(Eduardo Barroso, Pedro Baltazar , Carlos Barbosa e Daniel Sampaio) o pelintra e aldrabão (Bruno Carvalho) o que vive há conta das refeições que fornece ao clube (José Eduardo) o que tem a mania que sabe tudo, mas não fala nada (Dias Ferreira) e muitos mais, já dizia Domingos que no Sporting falam todos, Engenheiros , Médicos, Carpinteiros, toda a merda fala, agora começamos a seguir os exemplos do Benfica (Vieira e Jesus) Porto (Pinto da Costa e Victor Pereira) e o Sporting têm der ser Godinho Lopez e Jesualdo Ferreira, mais nada, temos tudo para ser os melhores uma formação das melhores do Mundo se não a melhor um treinar capaz e um Presidente como já disse que cometeu muitos erros, mas está no bom caminho, estamos a construir algo de bom, o Sporting tem 10 Portugueses convocados para o jogo com o Rio Ave, temos uma equipe jovem e com muito talento... isto é o que me vai na alma, peço desculpa as pessoas que não estão de acordo comigo, mas eu também não estou de acordo com algumas pessoas, era bom que todos puxássemos para o mesmo lado ou seja o SPORTING.
    Viva o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL e não o SPORTING Clube dos Brunos , dos Carlos, dos Josés , dos Baltazares, e dos Ferreiras e etc.
    Todos unidos chegaremos muito loge
    VIVA O SPORTING


    ReplyDelete
  13. GBC, é uma observação / problemática / meditação pertinente. Não queria dizer nada - e não disse - sobre a AGE mas responderei numa mensagem aproveitando para dizer mais algumas coisas pequenas.

    Miguel Santos, o Sporting não é de um, vários, sequer de todos, mas de ninguém: não poderia estar mais de acordo. Nada nesta mensagem tem primeiro que ver com a relação de forças entre as alternativas. O bom caminho que menciona é relativo porque em termos absolutos a única coisa que nos últimos meses vi foi a decisão acertada sobre Jesualdo. É curto. Muito curto. Independentemente do que à volta se passe.

    ReplyDelete
  14. Agora ameaça-se com os salários, MM. Se GL for destituído, ninguém recebe, dizem eles. Isto é INDECOROSO! Esta gente é mais é uma MÁFIA, porque este tipo de ameaças são próprias de mafiosos, não de gente "honrada".

    É preciso começar a falar no dia seguinte, que é para que esta máfia não vença pelo medo. Repugnante!

    PS - Ainda bem que a figuras de proa do BES começam a ser apertados pelos media. Mas ainda não o suficiente. É um escândalo como têm conseguido escapar ao escrutínio público. Sabemos como se fazem as coisas. Corta-se o financiamento aos media e estes amançam logo. Pensam que fazem o mesmo ao Sporting? Querem-se meter contra um clube de massas?

    ReplyDelete
  15. Os credores / financiadores do Sporting quererão que o esforço da dívida continue a ser pago. Quanto maior a dívida, maior a preocupação. A preocupação é para que seja paga, independentemente do representante máximo eleito.

    Sobre a chantagem ou a sugestão de que «sem nós o dinheiro no Sporting pode acabar», é inaceitável. Até porque há sempre dinheiro, não é mesmo? É também por isso que estamos na situação em que estamos. No limite (não creio que acontecesse / aconteça), se os principais financiadores do clube quiserem colocar o Sporting numa situação delicada, façam-no. Será a sua realidade (Sporting) e o clube terá de conviver com ela. Nesse dia seremos todos responsáveis e parcialmente culpados, pese embora os principais culpados (imagino) nem por isso sentir-se-ão responsáveis.

    ReplyDelete
  16. Miguel Santos,

    Nunca vi tanta bacorada junta num comentário...

    "é bom que haja democracia, mas não tanta"

    Mas que frase é esta? A democracia que você quer é aquela que deu jeito a Godinho Lopes para ser eleito por meio de afinações?
    A AG de 09/02 resulta dos estatutos do clube e tem de ser respeitada. Se não gosta, a sua solução é dia 09/02 votar contra a destituição.


    "todos falam do Sporting mas ainda não apareceu um único com dinheiro ao solução para a crise"

    Quem tem de apresentar a solução é GL, pois foi ele o eleito em 03/2011.
    Ao fim de 22 meses continua-se a falar e a prometer a tal reestruturação financeira e o tal investidor...

    Ao fim de 22 meses, o clube tem mais 100M de passivo e diz GL que é ele ou o caos. O caos chama-se Godinho Lopes

    Relativamente ao seguir exemplos de outros clubes, o único que ouço falar sobre isso é mesmo GL que tanto gosta Pinto da Costa e do seu clube corrupto

    ReplyDelete
  17. Como é possível, após tanta asneira, ainda existirem no nosso clube gente como Miguel Santos que continua a achar que um mal menor para o Sporting é a continuação do GL, um crápula que mais não faz do que delapidar tudo o que é património do clube fazendo negócios ruinosos tendo como exemplo o episódio mais recente que consistia na troca de 25% de milhões provenientes do montinho de merda por um rapaz, que não faz muito tempo, recusou-nos preferindo os murcões e ainda por cima um rapazito que está completamente desvalorizado. Por favor tirem aquele criminoso económico do Sporting antes que ele tente fazer mais algum negócio ruinoso com o seu dominador.

    ReplyDelete

Search This Blog