Palmarés

Internacional, equipas

Goalball (D. Adaptado)

1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Hóquei em Patins
:
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
3 Taças dos Vencedores das Taças
2 Taças CERS
Futebol:
1 Taça dos Vencedores das Taças
Atletismo:
Pista feminino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Cross masculino
14 Taças dos Clubes Campeões Europeus
Pista masculino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Andebol:
2 Taças EHF Challenge

Nacional, equipas

Futebol:
22 Campeonatos Nacionais
16 Taças de Portugal
8 Supertaças Cândido de Oliveira
Andebol
:
18 Campeonatos Nacionais
15 Taças de Portugal
3 Supertaças
Hóquei em Patins:
7 Campeonatos Nacionais
4 Taças de Portugal
2 Supertaças António Livramento
Atletismo:
Pista feminino
46 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta feminino
22 Campeonatos Nacionais
Cross feminino

5 Campeonatos Nacionais
Pista masculino

48 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta masculino
17 Campeonatos Nacionais
Cross masculino
46 Campeonatos Nacionais
Futsal:
13 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
6 Supertaças
2 Taças da Liga
Natação
:
6 Campeonatos Nacionais feminina
6 Campeonatos Nacionais masculina
2 Taças de Portugal masculina
Basquetebol:
8 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
Voleibol:
2 Taças de Portugal feminino
1 Supertaça feminino
5 Campeonatos Nacionais masculino
3 Taças de Portugal masculino
3 Supertaças masculino

 

 
Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.

O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.

Pedir / Adiar? Aceder / Recusar? Não sabemos jogar futebol mas queremos mais descanso.

Friday, 7 December 2012

Com tantos exemplos de emblemas que alinham com 7 ou 8 jogadores regularmente titulares de 3 em 3 dias, e que o fazem sem que a sua performance se ressinta, é estranho existir quem ainda dê importância ao descansar menos um dia. E é estranho existir do outro lado quem considere relevante, relativamente ao adversário, ter mais um dia de descanso.

Como se fizesse alguma diferença ...

Faz diferença, sim. Faz diferença para os sportinguistas que estão com medo de perder o jogo e não querem 'sentir' uma perda competitiva. E faz diferença para os benfiquistas que estão com medo de perder o jogo e querem 'sentir' um ganho competitivo.

Em tudo o mais, jogue-se na segunda ou na terça a questão não tem qualquer relevância. E é assim para todo e qualquer derby ou clássico que oponha Sporting a Benfica ou outros, em todas as épocas, independentemente da competição e estado qualitativo das equipas: para 90% dos adeptos, de um e de outro clube, não obstante a bazófia por altura destes jogos, o medo de perder é muito maior do que a vontade de ganhar.

Por que motivo pediram os dirigentes do Sporting adiamento do jogo?
Não têm se calhar nada mais importante para fazer.

Por que motivo não irão os dirigentes do Benfica (presumivelmente) aceder ao adiamento? São fuinhas, mexeriqueiras, Joões Gabriéis.


«Se ganharmos podemos jogar todos os dias», Franky Vercauteren

5 comentários:

Abraão said...

Será que já pediram à direcção do Benfica para o adiamento do jogo? É que do lado dos lampiões ainda não li nada. Nem sim nem não.

MM said...

Se não pediram melhor é que não percam tempo a pedir, poupam papel (ou bytes). O problema é que o adiamento não deveria ter sido equacionado. Não porque a lei diz assim ou assado a favor ou contra o Sporting. Simplesmente porque é irrelevante o jogo disputar-se na segunda ou terça-feira.

Se fosse ao contrário não duvide que o SLB também pediria o adiamento, os dirigentes do SLB também reclamariam por justiça, e todos os benfiquistas estariam a chorar baba e ranho porque jogariam à sexta e à segunda.

Porque todos fazem. Pedem sempre adiamentos. Não com a 'pompa e circunstância' que o Sporting decidiu neste caso utilizar, mas fosse em que circunstância fosse o adiamento seria pedido.

Fazer o quê? Vivemos num mundo de parvos. Mas o SLB e os benfiquistas fariam o mesmo, ou pior. Está-lhes no ADN (adeptos do futebolês), chorar.

B Cool said...

MM,
Para mim preferiria que o jogo fosse terça-feira para não haver desculpas, mas o tom de exigência e de ameaça de falta de comparência inviabiliza qualquer boa-vontade para com tal pretensão.

Penso que a direcção do Sporting assim o terá feito para criar uma guerra artificial, por forma a desviar as atenções dos sócios de outros problemas e a criar um facto agregador em torno da equipa.

B Cool said...

Além do mais, o que choramos são os 500.000 euros de estragos que fizeram no nosso estádio e ainda não pagaram.

Bicadas de Aguia said...

Ainda mais é irrelevante toda esta conversa quando se pensa por ex que o SCP jogou com o Genk a 8 e com o Braga a 11... Logo, qual o problema de jogar hoje a 7 e depois a 10?
O futebol português adora estas novelas!!!

Post a Comment