Palmarés

Internacional, equipas

Goalball (D. Adaptado)

1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Hóquei em Patins
:
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
3 Taças dos Vencedores das Taças
2 Taças CERS
Futebol:
1 Taça dos Vencedores das Taças
Atletismo:
Pista feminino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Cross masculino
14 Taças dos Clubes Campeões Europeus
Pista masculino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Andebol:
2 Taças EHF Challenge

Nacional, equipas

Futebol:
22 Campeonatos Nacionais
16 Taças de Portugal
8 Supertaças Cândido de Oliveira
Andebol
:
18 Campeonatos Nacionais
15 Taças de Portugal
3 Supertaças
Hóquei em Patins:
7 Campeonatos Nacionais
4 Taças de Portugal
2 Supertaças António Livramento
Atletismo:
Pista feminino
46 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta feminino
22 Campeonatos Nacionais
Cross feminino

5 Campeonatos Nacionais
Pista masculino

48 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta masculino
17 Campeonatos Nacionais
Cross masculino
46 Campeonatos Nacionais
Futsal:
13 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
6 Supertaças
2 Taças da Liga
Natação
:
6 Campeonatos Nacionais feminina
6 Campeonatos Nacionais masculina
2 Taças de Portugal masculina
Basquetebol:
8 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
Voleibol:
2 Taças de Portugal feminino
1 Supertaça feminino
5 Campeonatos Nacionais masculino
3 Taças de Portugal masculino
3 Supertaças masculino

 

 
Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.

O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.

3-1 de manhã, dias de Sol

Tuesday, 20 November 2012

Ao longo da vida é nalguns contextos inevitável conhecer-se muitas pessoas, dependendo do que se faça e dos sítios onde se esteja. Pessoas que deixem uma boa e duradoura impressão, são poucas. Pessoas como as que nos oferecem livros que contam as histórias de 5 Violinos. Pessoas com quem se bebe 4 ou 5 guinness num pub em Manchester. Pessoas com quem se partilha uma mesa, em local humilde mas extremamente bem decorado com equipas / jogadores campeãs / campeões pelo Sporting, onde o serviço é partilhado por gente boa, no qual se reparte uma refeição, uma saudosa linguiça e 2 ou 3 jarros de potável tinto - aquilo que a vida tem não direi de melhor mas de recompensa. Foi um bom jantar, na quinta-feira.

É costume dizer-se que as pessoas fazem as casas (locais onde vivemos), mas as pessoas fazem também as mesas (locais onde nos sentamos).

Esta manhã sentei-me em frente a um campo, um dos alguns adjacentes ao principal do Jamor. O propósito seria vermos um jogo de futebol mas o programa descambou para algo melhor: uma partida de hóquei em campo.

De um lado o CF os Belenenses, do outro, o Lisbon Casuals.

Praticantes de eleição, em especial 'a 15' e 'a 4' (esta última, capitã), finas jogadoras, muita qualidade, técnica, visão, graciosidade com o stick e com a bola, conduzindo a equipa para a frente. Menção especial 'à 14' [Pedro Oliveira dixit], atleta que tocou na bola duas vezes e mais não fez do que correr para a frente e para trás no tempo todo - prestação chata, encostada na faixa esquerda ressentindo-se da (presumo) estratégia Inglesa onde 'a 15' conduzia invariavelmente o jogo para o lado direito. As Britânicas deram como que uma sova nas Portuguesas e venceram por 3-1, não obstante o domínio justificar (talvez) uma diferença maior no resultado. O Pedro a dada altura comentou, repara quantas pessoas estão aqui, nem os pais ... muito verdade. Do nosso lado estavam não mais do que 6 pessoas. Do outro, não mais do que 20. 30 espectadores para um jogo disputado entre 22 hóquistas no relvado. Bom, não me queixo, foi uma manhã passada na companhia de um amigo, aquilo que a vida, a par de outras coisas, encerra de melhor.

Obrigado ao Pedro,
às jogadoras do Lisbon Casuals,
e às jogadoras do magnífico CF os Belenenses.

1 comentários:

pedro oliveira said...

À primeira vista este parece um "post" sobre desporto - hóquei campo feminino - mas não é.
É um "post" sobre Amizade, amizade entre duas pessoas que escreveram mais dum ano no mesmo "blog" sem se conhecerem fisicamente e que depois disso se encontraram por duas ou três vezes.
Foi muito bom o jantar de quinta (esperemos que esta quinta, também, seja, um dia feliz).
O sítio era óptimo, a comida também e a bebida não estava nada mal, apesar de tudo, o melhor foi a companhia.
Quanto ao jogo de hóquei, queixamo-nos muito do preço dos bilhetes, do Estado que não apoia, de ser longe, de não haver sítio para estacionar e tal e tal.
No entanto, era um domingo de manhã, 11 horas, com sol, estacionamento ali ao lado, à borla, não se pagava bilhete, e as miúdas nem sequer tinham os paizinhos, ou os primos, ou os vizinhos a apoiar, a assistir ao jogo... depois ficamos muito admirados por não termos campeões olímpicos.
Talvez cada um de nós devesse fazer esta pergunta (a si próprio):
- A quantos espectáculos desportivos assisti ao vivo, este ano?
Grande abraço, MM

Post a Comment