Palmarés

Internacional, equipas

Goalball (D. Adaptado)

1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Hóquei em Patins
:
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
3 Taças dos Vencedores das Taças
2 Taças CERS
Futebol:
1 Taça dos Vencedores das Taças
Atletismo:
Pista feminino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Cross masculino
14 Taças dos Clubes Campeões Europeus
Pista masculino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Andebol:
2 Taças EHF Challenge

Nacional, equipas

Futebol:
22 Campeonatos Nacionais
16 Taças de Portugal
8 Supertaças Cândido de Oliveira
Andebol
:
18 Campeonatos Nacionais
15 Taças de Portugal
3 Supertaças
Hóquei em Patins:
7 Campeonatos Nacionais
4 Taças de Portugal
2 Supertaças António Livramento
Atletismo:
Pista feminino
46 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta feminino
22 Campeonatos Nacionais
Cross feminino

5 Campeonatos Nacionais
Pista masculino

48 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta masculino
17 Campeonatos Nacionais
Cross masculino
46 Campeonatos Nacionais
Futsal:
13 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
6 Supertaças
2 Taças da Liga
Natação
:
6 Campeonatos Nacionais feminina
6 Campeonatos Nacionais masculina
2 Taças de Portugal masculina
Basquetebol:
8 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
Voleibol:
2 Taças de Portugal feminino
1 Supertaça feminino
5 Campeonatos Nacionais masculino
3 Taças de Portugal masculino
3 Supertaças masculino

 

 
Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.

O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.

Jorge, ontem vi-te (no) Dragão

Monday, 8 October 2012



Lemos o título e pensamos: "lá vem este gajo desculpar-se com as arbitragens".
É isso... mas não é só isso. Estiveram em campo três equipas, duas delas estiveram bem, o Futebol Clube do Porto e o Sporting Clube de Portugal e uma esteve mal, muito mal a dirigida por Jorge Sousa.

A actuação da equipa de arbitragem foi decisiva para o resultado do encontro?
Jamais o saberemos...

Aquilo que sei é que aos 23 minutos de jogo, Lucho Gonzalez deveria ter sido expulso com o segundo amarelo, o primeiro amarelo não lhe foi mostrado, apesar de ter jogado a bola, ostensivamente, com os braços/mãos.

Assim de repente, lembro-me de vários erros do árbitro, nem todos, diga-se, a prejudicar o Sporting.

O cartão amarelo a James é imerecido, ok, um erro que prejudica o Porto, quanto ao Sporting foi prejudicado em dois "penaltys" mal assinalados, na já citada expulsão de Lucho, num pé em riste de Danilo, na área portista que seria livre indirecto a favor dos leões, numa agressão de Fernando a Wolfs que o árbitro deixou seguir e depois mostrou amarelo ao brasileiro, agrediu sem bola, é vermelho, enfim, não é de modo algum uma análise exaustiva mas e para terminar, aquando da amostragem do primeiro cartão amarelo a Rojo, o árbitro lançou-lhe um olhar de ódio, que não deixava dúvidas: para a próxima expulso-te.

E expulsou.

(neste blogue, normalmente, não falamos de arbitragens mas a de hoje foge à "normalidade prejudicativa" a que estamos habituados)

11 comentários:

Lionheart said...

E o mais engraçado foi que a entrada em "Kung fu" do Danilo foi vista pelo Freitas Lobo e pelo outro como uma jogada limpissima, uma entrada oportuníssima. Ah e noutra o Varela tinha de embalar, tal o entusiasmo do comentador. Foram tantas que não havia mesmo vergonha nenhuma e às tantas tirei osom à

Tudo isto mete nojo. Os árbitros, a comunicação social e principalmente a pobreza do futebol do Sporting, que abre espaço a que gente sem escrúpulos se ande a movimentar e que outros se sintam ainda mais à vontade para nos prejudicar. Aqui é que a acção tem de ser decisiva porque é a que depende mais de quem dirige o clube. Não há tempo a perder. Já vamos mais que atrasados.

pedro oliveira said...

Caro Lion,

Nem mais. Reparei, também, nesses pormenores que referes.
Já para não falar na entrada de Atsu, o entusiasmo com que o Freitas dizia, "agora sim, o Porto está a jogar melhor" só lhes falta dizer:
- "golo" ... "golo dos nossos" "um golo poema" esta última foi mesmo dita; a do golo poema.
Um golo poema e outro golo Jorge Sousa... é lá vamos,cantando,cantando e rindo; levados,levados,sim

MM said...

Ao FCP nao basta ser melhor (foram-no, novamente). A proteccao da arbitragem e uma benesse, ja nem parece forcada, ou escandalosa. Tornou-se banal, sabe-se que existe e o unico clube com quem o FCP a divide (sem que deseje) e o SLB. 85 para um, 60 para o outro. Os mesmos arbitros ajudam um hoje e o outro amanha. Algo assim, em todos os jogos frente a quaisquer adversarios.

E por isto que as conquistas domesticas do FCP sao alvo de permanente desvalorizaco, ao contrario das Europeias. Ninguem nega que foram melhores, so que ninguem os respeita: nao sao vitorias limpas.

Bubbles said...

@MM "85 para um, 60 para o outro. Os mesmos arbitros ajudam um hoje e o outro amanha. Algo assim, em todos os jogos frente a quaisquer adversarios."

Se calhar as contas não são bem essas, o SLB ganha um campeonato de 5 em 5 anos ou de 6 em 6!

O que é certo é que em face da vergonha que se houve nas escutas, onde até uma relatório num jogo fcp-SCP é alterado, não vi o SCP insurgir-se contra os corruptos. Pelo contrário, vendem-lhe o capitão por tuta e meia e elogiam a postura do sr. costa, afirmam até que querem uma gestão à corruptos.

Acho que estamos no limite, SLB e SCP, ou se juntam para lutar contra a corrupção ou desaparecem!

Bicadas de Aguia said...

This comment has been removed by a blog administrator.

MM said...

Bubbles, os árbitros não vencem jogos. É claro que o Benfica vence 1 de 6 em 6 anos - não é desportivamente competente. O FCP, é. Ao nível dos 3 grandes é mais competente que Sporting e Benfica somados.

A transferência de João Moutinho não tem nada que ver com o assunto, nunca ouvi um dirigente do SCP afirmar desejo por uma "gestão à corruptos", e o Sporting não pode juntar-se ao SLB para combater o fenómeno (deficientes arbitragens) porque o seu clube e o FCP são (ambos, em doses diferentes) os principais beneficiários dessas recorrentes "deficientes" arbitragens.

O SLB não precisa de preocupar-se com arbitragens: elas são muito simpáticas. Precisa apenas de preocupar-se com a sua competência desportiva. O caso para o Sporting já é ligeiramente (bastante) diferente ...

Bubbles said...

Quanto à gestão à moda dos corruptos:
http://www.jn.pt/PaginaInicial/Desporto/Interior.aspx?content_id=1240545

http://leaodaestrela.blogspot.pt/2010/02/o-modelo-do-fc-porto.html

Podia colocar muitos mais links, mas acho que já dá para ter uma ideia! E estas declarações depois de ouvir as escutas do sr. costa a deixar "de mão estendida" o "cabelo branco" do sr costa a gozar com o Paulinho, ou do sr. costa a alterar um relatório de um observador da liga um jogo fcp-SCP.

Relativamente às competências desportivas e falando apenas no meu clube, é verdade que a estrutura é fraca, constantes fugas de informação comprovam-no, temos um presidente que gosta de ser ver ao espelho, um treinador que sabe conduzir Fiat´s mas atrapalha-se com um Ferrari (para além de não saber falar), em poucos jogadores se vê "amor à camisola". MAS seremos, SCP e SLB, assim tão fracos e durante tantos anos, para que um clube regional domine o futebol português?

Ainda à pouco o António Oliveira, falava dos antigos sorteios da Taça de Portugal, referindo-se a bolas quentes e bolas frias, SLB e SCP tinham sempre adversários fortes enquanto os sorteios "favoreciam" sempre a equipa de contumil, basta ter o trabalho de ver o que passou anos e anos a fio para comprovar as palavras de António Oliveira!

Havia muito para escrever, passando pelo papel Branqueador da comunicação Social, até a todos os processos do Apito Dourado irem parar a Gondomar ahahahaha!

Por isso repito, não é preciso dar as mãos, mas enquanto o SLB e SCP não se juntarem para acabar com a corrupção o futebol português morre lentamente.

MM said...

Bubbles, e quando foi presidente em exercício repetiu: muito bem, em ambas as ocasiões.

Agora não falava obviamente de si (próprio), nem algo que mereça ser referido publicamente por um presidente do Sporting: são coisas que se fazem. Dizer por palavras que vai fazer é o mesmo que nada.

Não é uma «gestão à corruptos», mas uma gestão desportiva competente que no seu modelo tem pouco paralelo na Europa (não tem paralelo, diria). Contesta?

Como sportinguista não quero uma «gestão à corruptos». Já uma «gestão à FCP», se estivermos a versar sobre a sua qualidade, seguramente. São 2 clubes grandes que competem pelos mesmos objectivos, no mesmo campeonato, em confronto (significando que nas provas que disputam a vitória de um é necessariamente a derrota de outro).

O FCP não vence pelos árbitros. Vence porque usufrui da benção de ser liderado por um indivíduo que percebe muitíssimo de futebol. Benção e sorte, sorte de competir com instituições lideradas por gente que sem prejuízo para outras qualidades de futebol é zero ...

Bicadas de Aguia said...

MM, se o FCP não vence pelos árbitros então porque te queixaste do árbitro neste jogo?
Estou a ver que o teu ódio ao Benfica impede de veres a podridão que vai no futebol português...
E essa dos árbitros não vencem jogos... LOLOLOL

Talk Talk said...

Só não concordo com uma coisa: O Sporting não esteve bem, esteve mal! Muito mal.

MM said...

Talk Talk, o Sporting fez o que era expectável, estivesse no banco Sá Pinto, Oceano, ambos, ou o treinador escolhido para tomar o lugar do primeiro (qualquer que fosse, quase apetece dizer).
Um campeonato é uma gigante área metropolitana cheia de estações, linhas que se cruzam e muitos comboios a circular em diferentes direcções. Não é uma corrida de cavalos onde as bestas correm a direito, mas um labirinto com a mesma dose de rectas e curvas.
Dificilmente o comboio do FCP abrandaria ou deixar-se-ia atrasar cruzando-se com o do Sporting.

Post a Comment