“A substância fundamental do progresso desportivo do Sporting é um fogo clubista que incessantemente se acende. É o suporte de vida do espírito leonino; é uma matéria viva ...”


No que ao Sporting respeita: Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.
Ademais: Este é um blogue pessoal no qual se vêem analisados outros temas, bem como um depósito para comentários sobre diversos tópicos que vou deixando um pouco por toda a parte.
Para deixar um comentário: Clica no título do respectivo 'post' (à direita do texto). Alternativamente, usa a tua conta do FB. Regras superficiais de utilização: Emprega bom-senso.

Selecção Espanhola e Portuguesa, futebóis tão desiguais que faz pouco sentido falar-se em competência, aproximação, ou sugerir que de alguma forma Portugal esteve num plano vizinho ao Espanhol ou nalgum plano (de possibilidades) idêntico ao Alemão ou Italiano, por ter disputado, tal como os mencionados, uma meia-final. Foram universos muito diferentes: o Espanhol no topo, ao passo que o Português esteve ao nível de muitos outros que por lá andaram e saíram nas 1ªs rondas. A Portugal não faltou eficácia, mas futebol. A participação Portuguesa no Europeu foi uma perda de tempo e à semelhança de 80% das outras selecções não deixou quaisquer saudades. Comparar esta ida à semi-final com as meias-finais de 2000 e 2004 é no mínimo forçado. Compreensível, como forma de estimular o espírito Luso, mas nem por isso deixa de ser uma tremenda falsidade.

Ainda em universos diferentes,
Na sequência do post anterior, Tottenham FC escolheu o seu treinador e o Liverpool FC já havia escolhido. Não conheço o futuro /actual treinador dos Kop, podendo até revelar-se uma extraordinária mais-valia. Só o tempo nos permitirá saber e tratará de evidenciarar os méritos das escolhas ...

Inteligência, mãe entre causas,
Ainda sobre Villas-Boas, está tudo aqui. Escreveu uma mulher inteligente aquilo que muitos falham em perceber. Claro está, entendimento subscrito há 4 meses (adivinhar o que outros dirão é um dom que demora anos a aperfeiçoar). Diria apenas que não se trata de humildade, mas tacto. Villas-Boas sabe muito e é possivelmente dos melhores (plano técnico) treinadores em Inglaterra, mas perceberá que quem materializa o trabalho são os jogadores. Ter razão, então, pode não chegar, caso os comandados se sintam alienados, algo que Sam Allardyce já havia já mencionado em artigos sobre o Português.

Uma selecção que não deixou saudades e Villas-Boas

Posted on

Thursday, 5 July 2012

1 Comment
  1. Podem adicionar o nosso blog (http://golodeplaca.blogspot.pt) à vossa blogroll? Nós já vos adicionámos.

    Aguardando resposta,
    Golo de Placa

    ReplyDelete

Search This Blog