Palmarés

Internacional, equipas

Goalball (D. Adaptado)

1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Hóquei em Patins
:
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
3 Taças dos Vencedores das Taças
2 Taças CERS
Futebol:
1 Taça dos Vencedores das Taças
Atletismo:
Pista feminino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Cross masculino
14 Taças dos Clubes Campeões Europeus
Pista masculino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Andebol:
2 Taças EHF Challenge

Nacional, equipas

Futebol:
22 Campeonatos Nacionais
16 Taças de Portugal
8 Supertaças Cândido de Oliveira
Andebol
:
18 Campeonatos Nacionais
15 Taças de Portugal
3 Supertaças
Hóquei em Patins:
7 Campeonatos Nacionais
4 Taças de Portugal
2 Supertaças António Livramento
Atletismo:
Pista feminino
46 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta feminino
22 Campeonatos Nacionais
Cross feminino

5 Campeonatos Nacionais
Pista masculino

48 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta masculino
17 Campeonatos Nacionais
Cross masculino
46 Campeonatos Nacionais
Futsal:
13 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
6 Supertaças
2 Taças da Liga
Natação
:
6 Campeonatos Nacionais feminina
6 Campeonatos Nacionais masculina
2 Taças de Portugal masculina
Basquetebol:
8 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
Voleibol:
2 Taças de Portugal feminino
1 Supertaça feminino
5 Campeonatos Nacionais masculino
3 Taças de Portugal masculino
3 Supertaças masculino

 

 
Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.

O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.

Like that of leaves is a generation of men

Thursday, 21 June 2012

[Neue Pinakothek (Gallery), Munich]


That's probably one of the best positions to be in a football match, when you've got nothing to lose (only seconds ago), R. Martinez (link).
O problema é que a sorte dificilmente dura para sempre. A sorte dos Gregos, hoje, chegará ao fim. Força Atenas.

aditamento,
O árbitro foi no mínimo simpático em dar o penalty mas foi uma boa forma de alguns daqueles jogadores se despedirem destes palcos. Quartos-de-final, derrota por 4-2 frente à Alemanha, quando são parte de uma geração campeã Europeia (2004). A História lembrá-los-á de uma forma bonita, e para jogadores como Katsouranis ou Karagounis será inteiramente merecido.

3 comentários:

Lionheart said...

Para esquecer...

pedro oliveira said...

Acho que ontem fomos todos gregos, mas nem sempre David vence Golias, principalmente, se não pegar na funda e atirar a pedra.
Os pequenos podem vencer os grandes mas têm de lutar com determinação e ontem não vimos nada disso... parecia o Turquia vs. Portugal na Luz; dum lado a Grécia (Portugal) com uma atitude "não vou lá nem faço nada" do outro a Alemanha (Turquia) concentrada em vencer o jogo.
Quanto à geração de jogadores gregos de que falas concordo contigo, MM, mas passaram oito anos...

MM said...

Pedro, e a selecção nem é a mesma, a maioria dos jogadores é totalmente diferente. É um defeito meu: concentro-me nos que são para mim os símbolos. Pensava no Karagounis e no Katsouranis: não jogarão mais nenhuma prova deste género, e nessa medida despediram-se de uma forma boa. Foram / são jogadores muito valiosos.

Mas tens razão, não é a mesma Grécia de 2004. Longe disso.

Post a Comment