Palmarés

Internacional, equipas

Goalball (D. Adaptado)

1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Hóquei em Patins
:
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
3 Taças dos Vencedores das Taças
2 Taças CERS
Futebol:
1 Taça dos Vencedores das Taças
Atletismo:
Pista feminino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Cross masculino
14 Taças dos Clubes Campeões Europeus
Pista masculino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Andebol:
2 Taças EHF Challenge

Nacional, equipas

Futebol:
22 Campeonatos Nacionais
16 Taças de Portugal
8 Supertaças Cândido de Oliveira
Andebol
:
18 Campeonatos Nacionais
15 Taças de Portugal
3 Supertaças
Hóquei em Patins:
7 Campeonatos Nacionais
4 Taças de Portugal
2 Supertaças António Livramento
Atletismo:
Pista feminino
46 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta feminino
22 Campeonatos Nacionais
Cross feminino

5 Campeonatos Nacionais
Pista masculino

48 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta masculino
17 Campeonatos Nacionais
Cross masculino
46 Campeonatos Nacionais
Futsal:
13 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
6 Supertaças
2 Taças da Liga
Natação
:
6 Campeonatos Nacionais feminina
6 Campeonatos Nacionais masculina
2 Taças de Portugal masculina
Basquetebol:
8 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
Voleibol:
2 Taças de Portugal feminino
1 Supertaça feminino
5 Campeonatos Nacionais masculino
3 Taças de Portugal masculino
3 Supertaças masculino

 

 
Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.

O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.

Maldição encarnada ou a traição de Cristiano Ronaldo

Wednesday, 25 April 2012



Quem gosta de futebol, quem acompanha o futebol, sabe que (quase) sempre que o Real Madrid se mascara de encarnado perde.
O Real Madrid é, supostamente, uma equipa espanhola mas tem um treinador estrangeiro, um treinador de guarda-redes estrangeiro, um adjunto de treinador estrangeiro e um adjunto do adjunto do treinador estrangeiro; quatro estrangeiros na equipa técnica; olhemos a imagem, um brasileiro, um português, um brasileiro aportuguesado, um alemão, um argentino e um francês; enfim para uma equipa espanhola não está mal. 

Identidade. Verticalidade. Mais que duas palavras, duas formas de estar na vida e no desporto, aquilo que estas meias-finais da Champions nos mostraram foi um Barcelona/Guardiola que caiu de pé e um Real Madrid/Mourinho que se arrastou de joelhos pelo relvado.

Quanto ao título do post, socorri-me da p. 10 d' A Bola de hoje que tem o seguinte título: Quem diria que Messi seria traidor? E deste link.

2 comentários:

pedro oliveira said...

Nota Adicional, desde que o melhor treinador do mundo chegou a Espanha na época de 2010/2011, o Real conquistou em 2010/2011:
1. Taça do Rei
O Barcelona em 2010/2011.
1. A Liga
2. A Champions
3. A Super Taça de Espanha
Em 2011/2012
O Real:
1.provavelmente A Liga
O Barcelona:
1. Super Taça de Espanha (com o Real Madrid)
2. Super Taça Europeia
3. Mundial de Clubes
4. provavelmente a Taça do Rei
Total, desde que Mourinho chegou a Madrid, o Barcelona conquistou seis títulos, provavelmente, sete e o Madrid um, provavelmente, dois... há quem diga que o Real Madrid é a melhor equipa do mundo e que conseguiu quebrar a hegemonia catalã.

MM said...

É isso que galvanizam Pedro: o espiritozinho incapaz de distinguir o certo do errado. Comparem-se orçamentos, dinheiro gasto, preceitos, valorização de futebolistas formados, compare-se futebol, comparem-se as declarações antes e após os jogos.

E só depois comparem-se também os títulos, se quiserem. Como é possível tantos baterem palmas a uns e desejarem a derrota de outros? São incapazes e não têm outro nome, hipócritas os adeptos do Sporting que gabam-no naquilo que por norma faz e depois rendem-se a um clube de plástico como este Real Madrid. E hipócritas os que gabando o Barcelona naquilo que faz, tratam em Portugal o Sporting de forma jocosa.

Isto é infelizmente um futebol de anormais num país de atrasados mentais. Não todos, mas os que cabem no perfil descrito.

Post a Comment