No que ao Sporting respeita: Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.
O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.
Ademais: Este é um blogue pessoal no qual se vêem analisados outros temas.



Foi há quase, setenta, anos, em 22 de fevereiro de 1942.

O Leça tinha um avançado chamado Quecas que ficou a zero, zero Quecas, portanto; já o Sporting tinha o maior goleador de todos os tempos e de todas as épocas, Peyroteo.

Nesse jogo, o Sporting vs. Leça, Peyroteo marcaria 9 dos 14 golos com que o Sporting brindou a equipa nortenha, ainda hoje a maior goleada em Portugal e o jogador que mais golos marcou num só jogo.

Toda a história contada aqui (link), por Rui Miguel Tovar.

O dia em que demos catorze a Quecas

Posted on

Tuesday, 21 February 2012

Leave a Reply

Search This Blog