Palmarés

Internacional, equipas

Goalball (D. Adaptado)

1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Hóquei em Patins
:
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
3 Taças dos Vencedores das Taças
2 Taças CERS
Futebol:
1 Taça dos Vencedores das Taças
Atletismo:
Pista feminino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Cross masculino
14 Taças dos Clubes Campeões Europeus
Pista masculino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Andebol:
2 Taças EHF Challenge

Nacional, equipas

Futebol:
22 Campeonatos Nacionais
16 Taças de Portugal
8 Supertaças Cândido de Oliveira
Andebol
:
18 Campeonatos Nacionais
15 Taças de Portugal
3 Supertaças
Hóquei em Patins:
7 Campeonatos Nacionais
4 Taças de Portugal
2 Supertaças António Livramento
Atletismo:
Pista feminino
46 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta feminino
22 Campeonatos Nacionais
Cross feminino

5 Campeonatos Nacionais
Pista masculino

48 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta masculino
17 Campeonatos Nacionais
Cross masculino
46 Campeonatos Nacionais
Futsal:
13 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
6 Supertaças
2 Taças da Liga
Natação
:
6 Campeonatos Nacionais feminina
6 Campeonatos Nacionais masculina
2 Taças de Portugal masculina
Basquetebol:
8 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
Voleibol:
2 Taças de Portugal feminino
1 Supertaça feminino
5 Campeonatos Nacionais masculino
3 Taças de Portugal masculino
3 Supertaças masculino

 

 
Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.

O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.

Estás connosco Big Mal?

Wednesday, 1 February 2012

Big Mal

Vencedor da Taça de Inglaterra (1969), Taça da Liga Inglesa e Taça dos Vencedores das Taças (1970), Manchester City
 Campeão Nacional e vencedor da Taça de Portugal, Sporting CP (1981/82),

Sorteio muito negro para as aspirações do Sporting na Liga Europa. Se a passagem pelos últimos 32 se perspectiva como natural, e se passar pelo FC Porto, nos últimos 16, seria difícil mas possível (para ambas as equipas), já o Manchester City (MC) adivinha-se um adversário demasiado complicado. O MC não é este ano um plantel com 6 ou 7 jogadores muito bons e muito caros que tanto pode dar certo como não. São uma boa equipa, têm jogadores muito bons, numa quantidade tão grande que se dão ao luxo de emprestar alguém como Adebayor, estão mentalizados para ganhar e é improvável que não vençam 2 ou 3 troféus esta temporada: taça da Liga, campeonato e um terceiro.

 ... quem sabe mais.

Na taça (FA) estão os 5 em prova (MC, MU, CHE, ARS e LIV) e é portanto cedo para atribuirmos favoritismos. Na taça da Liga (Carling) são os grandes favoritos, jogarão a 1ª mão das meias-finais na cidade de Manchester com o Liverpool e, uma vez ultrapassado este adversário, têm via verde para erguer o troféu no Wembley já que a outra meia-final será disputada por clubes da II Liga (Championship). No campeonato estão em 1º com 2 pontos de avanço sobre os rivais de Manchester, 2 pontos que são na prática 3 dado o resultado no derby de Old Trafford, 1-6 para os Citizens ...

Sei bem que o nome 'City' não instiga 1/10 da apreensão de 'United', mas a percepção não altera a realidade: dificilmente não marcará presença nos últimos 8 da Liga Europa. Para o MC vencer o FC Porto será tirar do caminho um dos favoritos à conquista da prova. Quando jogarem com o Sporting CP, caso joguem com o Sporting CP, entenderão a eliminatória como formalidade. E entenderão bem, não sinto reservas em escrevê-lo porque se o Sporting não é capaz de vencer o Rangers em Glasgow, Everton em Liverpool, Levski na Bulgária, Vaslui na Roménia ou mentalizar-se para tentar ganhar no Olímpico em Roma, quando se tratou dum embate onde o nome do adversário deveria ser suficiente para criar apetite ... não vejo de que delirante sonho virão as imagens duma eliminação dos Blues de Manchester.

Não temos medo de ninguém, estão ao nosso alcance. Incapazes.

Ainda em Manchester, olhar o seu trajecto e verificar que golearam os rivais de Old Trafford com 6 golos, empataram em Anfield mas mais: vitórias fora (e/ou goleadas) no White Hart Lane (Tottenham), Blackburn, Loftus (Queens Park Rangers) e em Londres com o Arsenal de Wenger, entrando com as segundas linhas ...
Um elemento que poderá jogar a nosso favor é o seu carácter inexperiente neste tipo de prova (passa muito tempo desde Malcolm Allison), já que em 41 anos não somam mais do que 9 ou 10 participações. Porém, nesta perspectiva (mentalidade, estofo, hábito) ser-lhes-á o FCP teste bem maior uma vez que o seu historial (FCP) fala por si. Já o nosso também fala, mas coisas diferentes ...

A 08 ou 15 de Março lá estarei.
No 'Estádio Cidade de Manchester'.

0 comentários:

Post a Comment