Palmarés

Internacional, equipas

Goalball (D. Adaptado)

1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Hóquei em Patins
:
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
3 Taças dos Vencedores das Taças
2 Taças CERS
Futebol:
1 Taça dos Vencedores das Taças
Atletismo:
Pista feminino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Cross masculino
14 Taças dos Clubes Campeões Europeus
Pista masculino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Andebol:
2 Taças EHF Challenge

Nacional, equipas

Futebol:
22 Campeonatos Nacionais
16 Taças de Portugal
8 Supertaças Cândido de Oliveira
Andebol
:
18 Campeonatos Nacionais
15 Taças de Portugal
3 Supertaças
Hóquei em Patins:
7 Campeonatos Nacionais
4 Taças de Portugal
2 Supertaças António Livramento
Atletismo:
Pista feminino
46 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta feminino
22 Campeonatos Nacionais
Cross feminino

5 Campeonatos Nacionais
Pista masculino

48 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta masculino
17 Campeonatos Nacionais
Cross masculino
46 Campeonatos Nacionais
Futsal:
13 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
6 Supertaças
2 Taças da Liga
Natação
:
6 Campeonatos Nacionais feminina
6 Campeonatos Nacionais masculina
2 Taças de Portugal masculina
Basquetebol:
8 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
Voleibol:
2 Taças de Portugal feminino
1 Supertaça feminino
5 Campeonatos Nacionais masculino
3 Taças de Portugal masculino
3 Supertaças masculino

 

 
Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.

O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.

Horrendo, pavoroso, um clube de gente estranha

Saturday, 28 January 2012

Com poses estranhas.
Onde ninguém olha para o jogo. Uns de costas, outros na conversa, um ao meio com um capuz enterrado que lhe tapa a visão. Clube de encapuzados. Contem-nos, 75%. Não se observa uma mulher, uma cara simpática, alguém afável. Apenas vencem jogos com auto-golos, penalties inventados, onde nem assim deixam de terminar com o credo na boca. Um treinador de aparência estranha, com madeixas roxas, uma cara esquisita.
Só numa Liga muito fraca segue equipa tão medíocre na sua liderança. Clube macabro.

17 comentários:

Anonymous said...

Pra ti só mesmo rennie em supositórios formato xxl
Aguenta não chora!!!!

Anonymous said...

Ninguem esta a olhar para o jogo porque aconteceu um acidente! um dos placares caiu, o que fez com que os adeptos benfiquistas tivessem de ser assistidos pelos bombeiros.

Anonymous said...

que toni! so podia svir de um zbordinguista lololololololol

Anonymous said...

Que tristeza de escriba. Muito adequado ao momento triste em que vive este sporting, e tanta é a necessidade de projectar essa tristeza à principal fonte de frustração.

Anonymous said...

16 pontos...azia é fdd!

Arsène Lupin said...

ainda bem que a liga é fraca, senão a merda do sporting já ia nos distritais.

dor de corno é fodido.

Anonymous said...

realmente assim não dá, bonito é no teatro a ver o musical de paneleiros que o teu clube atrasado fez! isso é que é bonito e de bom tom!


mete mais tabaco nisso lagarto de merda!

p.s. - já estão mais perto da linha de água que do 1º lugar! já faltou mais...!

Anonymous said...

Deves ter o intestino grosso ligado ao cérebro, olha já agora agarra-te à minha jarda. Obrigado.Beijinhos.

Anonymous said...

vêm cá todos! os lampiões serão todos tão burros que nem um blog para eles sabem fazer?

Anonymous said...

esperar o quê de um clube fabricado pela propaganda do regime para que estes parolos aldeões espalhados pelas aldeias de Portugal pudessem ter algo que festejar aos fins de semana? são a mentira do desporto nacional. Mas como algo que nasce de forma anti-natural vão ter que morrer..mais cedo ou mais tarde vão morrer

Anonymous said...

@ Anonymous 29 January 2012 14:02

É por causa desse preconceito estúpido e extremamente redutor que acha que as pessoas das aldeias espalhadas por Portugal são uns parolos é que este país está cada vez pior. Parolo és tu oh caramelo, e não te fica nada bem esse tipo de mentalidade e mesquinhez com o pólo da Lacoste e o sapatinho de vela. Discute futebol, jogado. Faz juz à grandeza do nosso clube, honra a sua história, não precisas de injuriar ninguém para fazer valer o teu argumento. Energúmeno.

M. F.

MM said...

Caro M. F.

Olhe para a fotografia.
Aponte-me por favor os aldeões.
Diga-me por favor que vê uma popular maioria naquelas imagens, gente normal, mulheres e homens, que trabalham, que têm contas para pagar, gente que vive infelizmente muito preocupada. Cada vez mais.
Esse é o povo.

Naquelas imagens, está algum povo?
Não sejam hipócritas. Usam-se de rótulos como quem bebe água. Não falo para si como é óbvio, mas para os imbecis que andam com o "povo" na boca. Deveria o vosso clube ser mais popular, mais Português. É justamente ao contrário.

Anonymous said...

Caro MM,

No comentário anterior não me referia a nenhuma imagem nem a nenhum clube, o que eu disse não tem nada a ver com este post (do qual discordo e só rebaixa o grande Sporting).
Tem unica e exclusivamente a ver com o comentário feito por um anónimo e com este preconceito que as pessoas "da cidade" têm contra aquelas que vivem em meios mais pequenos. Eu sou um dos tais parolos aldeões que vivem espalhados por Portugal fora (só faltou dizer do interior) e tenho muito orgulho nisso.
Sou do Sporting desde que me lembro, e sempre acreditei que ser do Sporting era ser diferente, para melhor. Portanto não aceito que alguém, seja de que clube for (até do meu) venha com essa treta dos parolos e dos atrasadinhos das aldeias.

Cumprimentos.

M.F.

MM said...

Caro M. F.

Não falei em cidades ou aldeias, e nunca o faria. Pessoas são pessoas, tudo o mais é contexto. A divisão que faço é entre imbecilidade, superficialidade, e normalidade, isto ao nível dos comentários que podem ser lidos. No post, falo de algo que a imagem mostra: um treinador que pintou o cabelo (desta feita) de outra côr (é possível que já o apresente há mais tempo, não vejo muitos jogos do Benfica) e uma outra imagem (primeira) que mostra aquilo que o post descreve.

Anonymous said...

Caro MM

Creio que deveria fazer um post com as antigas imagens que tinham nos vossos balneários. Aí sim, poderia apontar crianças, mulheres e a qualidade superior dos vossos adeptos - que era essa a imagem que os seus dirigentes queriam passar às equipas adversárias. Secalhar até foram as crianças que pegaram fogo às bancadas da luz, as senhoras estavam a ver a jogo e esqueceram-se de confiscar os fósforos.
Imbecis e adeptos encapuzados todos os clubes têm.
Quanto ao Jorge Jesus não sei onde quer chegar ou o quê que o incomoda tanto.São as madeixas ou é a cor?

Podiamos ser sérios...Mas não era a mesma coisa, pois não? Claro que não! É melhor encapuzarmo-nos intelectualmente.
Espero sinceramente que o Sporting -clube que até tenho alguma afeição- volte a ser grande. Faz falta ao futebol português.

AS

Bubbles said...

Os adeptos do Benfica foram explorados pelo preço dos bilhetes e colocados numa bancada sem condições mínimos, a "vedação" caiu, daí o publico não estar a dar atenção ao jogo no momento da foto!

Em relação ao treinador, trocamos, vocês dão-nos um qualquer apanha bolas e nós damos o profeta!

MM said...

É a melhor coisa que têm, treinador. Não direi no clube porque um clube é muita 'coisa' mas na estrutura de futebol sim, Jorge Jesus é decididamente o melhor elemento que lá têm.

Imagina o SLB sem Jesus - não teriam o título de 2009/10, não teriam as boas campanhas Europeias que ele lidera mas sobretudo: não teriam a garantia de equipas a discutir títulos. Perdeu o ano passado é verdade, mas discutiu-o.

Com um plantel de 2012/13 mais fraco ou de qualidade (no máximo) similar, e sem Jesus, estariam a fazer o mesmo que por exemplo em 2008/09, onde tinham como disse uma equipa mais forte que contava com Katsouranis, Reyes, onde já tinham Carlos Martins, David Luiz, Di Maria, Cardozo ... e que resultados fizeram? Nada. Os mesmos que em 2007/08, ou 2007/06, e anterior, e quase todas as outras para trás nos últimos quase 20 anos.

Mesmo as más épocas de Jesus não podem ser vistas como fracassos. Em 2010/11 ficaram a 20 pontos do 1º mas a diferença pontual construíu-se na recta final da época, só. Bateram salvo erro o nº de vitórias consecutivas numa época e jogaram quase sempre bem: o problema é que o FCP de Villas-Boas simplesmente não perdia pontos.

Jesus pode ter inúmeros defeitos mas ser um mau ou mediano treinador não é seguramente um. É muito bom, especialmente em comparação com todos os outros a treinar em Portugal.

Post a Comment