Palmarés

Internacional, equipas

Goalball (D. Adaptado)

1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Hóquei em Patins
:
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
3 Taças dos Vencedores das Taças
2 Taças CERS
Futebol:
1 Taça dos Vencedores das Taças
Atletismo:
Pista feminino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Cross masculino
14 Taças dos Clubes Campeões Europeus
Pista masculino
1 Taça dos Clubes Campeões Europeus
Andebol:
2 Taças EHF Challenge

Nacional, equipas

Futebol:
22 Campeonatos Nacionais
16 Taças de Portugal
8 Supertaças Cândido de Oliveira
Andebol
:
18 Campeonatos Nacionais
15 Taças de Portugal
3 Supertaças
Hóquei em Patins:
7 Campeonatos Nacionais
4 Taças de Portugal
2 Supertaças António Livramento
Atletismo:
Pista feminino
46 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta feminino
22 Campeonatos Nacionais
Cross feminino

5 Campeonatos Nacionais
Pista masculino

48 Campeonatos Nacionais
Pista Coberta masculino
17 Campeonatos Nacionais
Cross masculino
46 Campeonatos Nacionais
Futsal:
13 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
6 Supertaças
2 Taças da Liga
Natação
:
6 Campeonatos Nacionais feminina
6 Campeonatos Nacionais masculina
2 Taças de Portugal masculina
Basquetebol:
8 Campeonatos Nacionais
5 Taças de Portugal
Voleibol:
2 Taças de Portugal feminino
1 Supertaça feminino
5 Campeonatos Nacionais masculino
3 Taças de Portugal masculino
3 Supertaças masculino

 

 
Inaugurado em Março de 2011, encerrado em Maio de 2014, reaberto sob o mesmo nome mas diferente endereço em Agosto de 2016, é este um pequeno e doméstico espaço onde se olha o passado, o presente e o futuro da maior potência desportiva Nacional.

O melhor do clube são as pessoas, mas não são quaisquer pessoas. Foram os nossos fundadores, atletas e treinadores. É a nossa história. O clube não és tu, não sou eu, nem «somos nós». São eles. As mensagens que publicarmos evidenciarão esse intuito, versando sobre a instituição, a sua notável história, acumulado de feitos presentes e passados, proeminentes homens que a serviram e ergueram, cumprimentando as suas memórias mas mais importante, preservando a sua autoridade, ainda que não vivam entre nós.

Os olhos verdes de Rui e o branco sorriso de Miguel

Sunday, 8 May 2011


As imagens foram retiradas do programa oficial do último jogo no velhinho Alvalade, em 2003.05.24, um Sporting vs. Setúbal. Nesse jogo vi tantos golos, quantos os que vi no meu primeiro, ali, marcados pelo nosso Sporting, sete. Nesse jogo vi sete do Sporting e um duns senhores vestidos de vermelho (apontado por um brasileiro chamado Wando), que tinham como guarda-redes o actual adjunto de Mourinho, um tal Silvino. Bons tempos, excelente recordação.
Retomando o tema deste meu primeiro post, [obrigado MM pelo convite que muito me honra, espero estar à altura] um jogo, sete golos, e infelizmente uma derrota (3-4). Um jogo, sete golos, e uma derrota para reflectirmos.

Não incomodarei com as incidências do jogo (ainda assim dir-vos-ei que prefiro perder 4-3 que 1-0; defendo o futebol espectáculo, um jogo de ataque de sorrisos e de desilusões) atentando nas imagens veremos aquilo que, para mim, representa a nossa grandeza, a nossa escola, os nossos meninos, o nosso futuro.
Olho o sorriso de Miguel e apetece-me dizer: Ganda puto, ganha essa Taça Europa, por nós, pelo Sporting (e pelo teu actual Sporting de Braga). Olho os verdes olhos de Rui e apetece-me dizer-lhe: Rui, putos como tu fazem-nos falta; no Sporting e na selecção.
O futebol como eu o entendo não é feito das tácticas de Silvino, nem de Mourinho; o futebol que amo reflecte-se, é reflectido, nos olhos verdes do Rui, no sorriso branco do Miguel; verde e branco como a glória que só conquistamos quando sabemos que ela resulta de sacrifícios: de esforço, de dedicação e de devoção [aquela que conquistámos hoje, contra tudo e contra todos, contra um clube, uma instituição (como eles dizem) e o nosso mais feroz inimigo ... as arbitragens].

Parabéns ao futsal pela conquista de mais uma Taça de Portugal ... apesar de tudo.

0 comentários:

Post a Comment